Concluído estudo preliminar de ligação férrea de Benguela à Zâmbia

O estudo preliminar de viabilidade da ligação dos Caminhos de Ferro de Benguela (CFB) à vizinha Zâmbia, num total de 259 quilómetros, já está concluído, anunciou o Ministério dos Transportes angolano (MINTRANS).

Concluído estudo preliminar de ligação férrea de Benguela à Zâmbia

Concluído estudo preliminar de ligação férrea de Benguela à Zâmbia

O estudo preliminar de viabilidade da ligação dos Caminhos de Ferro de Benguela (CFB) à vizinha Zâmbia, num total de 259 quilómetros, já está concluído, anunciou o Ministério dos Transportes angolano (MINTRANS).

O projeto, financiado pelo Banco Africano de Desenvolvimento (BAD), deverá ligar a localidade de Luacano, província do Moxico, até ao posto fronteiriço de Jimbe.

Uma delegação da Zâmbia que integra os ministros da Habitação e Infraestruturas, Vicent Mwale, e dos Transportes e Comunicação, Lole Mututwe, estará em Angola até domingo, e tem prevista uma deslocação à cidade do Lobito, província de Benguela, onde se encontram as infraestruturas do Corredor de Desenvolvimento Económico do Lobito.

O Governo angolano decidiu eleger este projeto como prioritário no âmbito das Parcerias Público-Privadas.

Em 2018, os dois países tinham já mantido discussões bilaterais com vista ao desenvolvimento de projetos prioritários “que visassem a melhoria da conectividade das redes de comunicação rodoviária, ferroviária, fluvial e aviação civil” entre Angola e Zâmbia.

“Transcorridos aproximadamente dois anos desde que o acordo foi assinado, afigura-se necessário que as partes analisem o grau de cumprimento das ações desenvolvidas neste âmbito”, refere o MINTRANS.

Os ministros da Zâmbia encontram-se esta tarde com os seus homólogos dos Transportes, Ricardo Viegas d’Abreu, e da Construção e Obras Públicas, Manuel Tavares de Almeida.

 

RCR // JH

By Impala News / Lusa

Impala Instagram


RELACIONADOS