Companhia do Aeroporto Internacional de Macau anuncia prejuízos em 2020

A Companhia do Aeroporto Internacional de Macau anunciou um prejuízo líquido em 2020 de 652 milhões de patacas (69 milhões de euros), um resultado causado pela diminuição abrupta do número de passageiros devido à pandemia.

Companhia do Aeroporto Internacional de Macau anuncia prejuízos em 2020

Companhia do Aeroporto Internacional de Macau anuncia prejuízos em 2020

A Companhia do Aeroporto Internacional de Macau anunciou um prejuízo líquido em 2020 de 652 milhões de patacas (69 milhões de euros), um resultado causado pela diminuição abrupta do número de passageiros devido à pandemia.

“Desde o surto da covid-19, a indústria global da aviação civil tem sido duramente atingida. O mercado aéreo de passageiros encolheu drasticamente devido ao impacto devastador da pandemia”, lembrou ainda num comunicado divulgado na terça-feira a Companhia do Aeroporto Internacional de Macau (CAM).

Em 2020, no aeroporto internacional de Macau, registaram-se “16.962 movimentos de aeronaves, com uma diminuição anual de 78%”, enquanto o número de passageiros diminuiu 88%, para 1,17 milhões.

“O rendimento total dos principais operadores do aeroporto (incluindo o CAM) está estimado em 1,46 mil milhões de patacas (155 milhões de euros) com um declínio anual de 77%”, indicou a empresa, na mesma nota.

Ainda assim, a CAM acredita que, à medida que o trabalho de prevenção e controlo da epidemia normalize, a indústria global da aviação e do turismo vai recuperar gradualmente.

Razão pela qual, indicou a empresa, o volume de passageiros no aeroporto internacional de Macau “em março duplicou em relação ao de fevereiro deste ano e aumentou três vezes no mesmo período em 2020, refletindo que a procura do mercado está a retomar”.

Antes da pandemia, em 2019, Macau recebeu quase 40 milhões de visitantes.

O território diagnosticou o primeiro caso de covid-19 no final de janeiro de 2020, contabilizando até agora apenas 48 casos, nenhum dos quais ativo, não tendo registado nenhuma morte provocada pela covid-19.

MIM // PJA

By Impala News / Lusa

Impala Instagram


RELACIONADOS