Bolsa de Nova Iorque negoceia em alta depois de eleições intercalares no país

Bolsa de Nova Iorque negoceia em alta depois de eleições intercalares no país

As bolsas em Nova Iorque estão hoje a negociar em alta, com os investidores a reagirem positivamente ao resultado das eleições intercalares nos Estados Unidos e a acompanharem as praças europeias.

Pelas 14:50 (hora de Lisboa), o índice Dow Jones Industrial subia 0,75% para 25.635,01 pontos, enquanto o Standard & Poor’s valorizava-se 0,63% para 2.755,45 pontos.

No mesmo sentido, seguia o índice Tecnológico Nasdaq a ganhar 0,64% para 7.375,96 pontos.

Os analistas consideraram que os resultados eleitorais saíram “em linha com o esperado”, com os democratas a ganharam o domínio da Câmara dos Representantes e o os republicanos, liderados pelo presidente norte-americano, Donald Trump, a ganharam o domínio sobre o Senado.

“Este era o cenário esperado, levando as bolsas a reagirem em alta. Mas, no entanto, não é o cenário que mais sustenta uma valorização dos mercados”, disse a Senior Broker da corretora XTB, Carla Maia Santos, advertindo para o facto de os democratas poderem “ser um entrave à agenda de Trump”, nomeadamente no que concerne a uma nova ronda de cortes nos impostos, o que “impulsionou no passado as bolsas”.

Contudo, afirmou também que “pode haver um consenso” em aumentar as despesas em infraestruturas, dinamizando alguns setores da atividade económica norte-americana.

Após as eleições intercalares, os investidores voltam-se agora “a focar-se no desempenho das empresas e nas políticas monetárias da Reserva Federal (Fed)”, salientou Carla Santos.

O mercado de Wall Street fechou em alta na quarta-feira, com o índice Dow Jones Industrial a subir 0,75%, o Standard & Poor’s a valorizar-se 0,63% e o Nasdaq a ganhar 0,64%, face ao dia anterior.

JS // MSF

By Impala News / Lusa

Siga a Impala no Instagram

Impala Instagram


RELACIONADOS

Bolsa de Nova Iorque negoceia em alta depois de eleições intercalares no país

As bolsas em Nova Iorque estão hoje a negociar em alta, com os investidores a reagirem positivamente ao resultado das eleições intercalares nos Estados Unidos e a acompanharem as praças europeias.