Bolsa de Lisboa recebe hoje a Greenvolt com cerimónia de admissão

A Euronext Lisboa assinala hoje a entrada em bolsa da Greenvolt, subsidiária da Altri para o setor das energias renováveis que começará a negociar na quinta-feira, depois de uma Oferta Pública Inicial (IPO) de 4,25 euros.

Bolsa de Lisboa recebe hoje a Greenvolt com cerimónia de admissão

Bolsa de Lisboa recebe hoje a Greenvolt com cerimónia de admissão

A Euronext Lisboa assinala hoje a entrada em bolsa da Greenvolt, subsidiária da Altri para o setor das energias renováveis que começará a negociar na quinta-feira, depois de uma Oferta Pública Inicial (IPO) de 4,25 euros.

Será hoje pelas 16:30 que tocará o sino na Euronext Lisboa, símbolo da entrada de uma nova empresa em bolsa, numa cerimónia que contará com a presença de responsáveis da Euronext, da Greenvolt e da Comissão do Mercado de Valores Mobiliários (CMVM).

As notas de abertura serão feitas por Isabel Ucha, presidente da Euronext Lisboa, estando também previstas intervenções do presidente da Greenvolt, João Manso Neto, do administrador financeiro da empresa, Miguel Valente, e ainda da presidente da CMVM, Gabriela Figueiredo Dias.

O título da Greenvolt começará a ser negociado a partir de quinta-feira.

A Greenvolt — Energias Renováveis, S.A. definiu o preço da Oferta Pública Inicial (IPO) para novas ações em 4,25 euros cada, segundo uma nota da empresa enviada à CMVM na terça-feira.

A Greenvolt anunciou no mês passado uma IPO de cerca de 150 milhões de euros dirigida a investidores qualificados, com aumento de capital reservado adicional e simultâneo de 56 milhões de euros como contrapartida da aquisição da polaca V-Ridium.

Na terça-feira, a empresa informou que, “tendo terminado o período de ‘book-building’ da referida oferta”, ficando estipulado que o “número de Ações da Oferta Inicial a emitir nos termos da Oferta será 30.588.235”, que o preço por ação será de 4,25 euros.

Ainda segundo o comunicado divulgado pela CMVM, a “Greenvolt informa que o seu capital social será aumentado para 255.999.998,75 euros e que, no âmbito da operação de aumento de capital, será apresentado amanhã [quarta-feira] o pedido de registo comercial do mesmo, contemplando igualmente os montantes relativos à subscrição em espécie”.

Na sexta-feira, a empresa liderada por João Manso Neto já tinha anunciado que as ordens de subscrição das suas ações ultrapassaram os cerca de 150 milhões de euros da IPO, que decorreu até segunda-feira.

JE (SB) // JNM

By Impala News / Lusa

Impala Instagram


RELACIONADOS