Autoridades abortam tentativa de desvio de diesel no centro de Moçambique

A Autoridade Tributária (AT) de Moçambique abortou uma tentativa de desvio de quatro camiões contendo 160 mil litros de diesel na província de Sofala, disse hoje à Lusa fonte oficial.

Autoridades abortam tentativa de desvio de diesel no centro de Moçambique

Autoridades abortam tentativa de desvio de diesel no centro de Moçambique

A Autoridade Tributária (AT) de Moçambique abortou uma tentativa de desvio de quatro camiões contendo 160 mil litros de diesel na província de Sofala, disse hoje à Lusa fonte oficial.

Os condutores dos camiões, que saíam das instalações da empresa estatal Petromoc, terão simulado que o combustível seria reexportado através de uma embarcação chinesa no porto da Beira, quando, “na verdade, tinha como destino o mercado nacional”, declarou António Camacho, porta-voz da AT na região centro de Moçambique.

“Estamos diante de uma tentativa de fuga ao fisco, tendo em conta que quando o combustível sai para abastecer uma embarcação de bandeira internacional ou estrangeira não paga direitos ou tributações”, afirmou.

Os condutores dos camiões foram apanhados em flagrante por uma brigada móvel da AT e estima-se que o descaminho lesaria o Estado moçambicano em cerca de um milhão de meticais (12 mil euros).

O diretor do terminal da Petromoc no porto da Beira disse que não se tratou de um descaminho, alegando que houve uma falha administrativa.

“Reconhecemos a falha e vamos repor a legalidade”, disse Bernadino Cuaranha, em declarações à comunicação social.

O caso ocorre numa altura em que o Governo moçambicano anunciou que vai começar a recompensar os denunciantes de contrabando de recursos minerais e combustíveis, visando estancar o comércio ilegal deste tipo de produtos no país.

EYAC // LFS

By Impala News / Lusa

Impala Instagram


RELACIONADOS