Apoio de 125 euros é pago hoje pelas Finanças a 500 mil pessoas

O apoio de 125 euros a titulares de rendimentos até 2.700 euros brutos mensais começa a ser pago hoje pela Autoridade Tributária e Aduaneira, chegando neste primeiro dia de pagamento a 500 mil pessoas.

Apoio de 125 euros é pago hoje pelas Finanças a 500 mil pessoas

Apoio de 125 euros é pago hoje pelas Finanças a 500 mil pessoas

O apoio de 125 euros a titulares de rendimentos até 2.700 euros brutos mensais começa a ser pago hoje pela Autoridade Tributária e Aduaneira, chegando neste primeiro dia de pagamento a 500 mil pessoas.

O pagamento do apoio extraordinário aos rendimentos, de 125 euros (titular principal) e de 50 euros (por dependente) será pago pela AT a um ritmo de 500 mil por dia a partir de hoje, totalizando cerca de cinco milhões de beneficiários, segundo confirmou à Lusa fonte oficial do Ministério das Finanças. De acordo com o gabinete do ministro Fernando Medina, “em regra, os apoios por titular principal e por dependente são pagos em simultâneo”. “No caso de dependentes inscritos em declarações de rendimentos Modelo 3 de IRS de mais do que um titular principal, o apoio é distribuído equitativamente (25 euros a cada titular), em consonância com as regras para as deduções por dependente em sede de IRS”, explicam as Finanças.

Leia depois
Cerca de 500 milhões de pessoas irão sofrer de doenças devido à inatividade física (… continue a ler aqui)

Já no caso dos beneficiários de algumas prestações sociais, o apoio será pago na segunda-feira, pela Segurança Social, a 1,6 milhões de pessoas, disse o gabinete do Ministério do Trabalho, Solidariedade e Segurança Social.

A medida foi criada pelo Governo com o objetivo de mitigar o impacto da subida dos preços, sendo atribuído aos residentes com rendimento bruto até 2.700 euros por mês (37.800 euros anuais), abrangendo ainda beneficiários de algumas prestações sociais, como o subsídio de desemprego.

O apoio é de 125 euros por adulto não pensionista e de 50 euros por dependente até aos 24 anos de idade (inclusivamente), ou sem limite de idade no caso dos dependentes por incapacidade. O pagamento é feito por transferência bancária. O apoio excecional aos rendimentos custará cerca de 840 milhões de euros, segundo o Governo.

Impala Instagram


RELACIONADOS