Amortizações de títulos superam emissões em 6,8 mil ME em outubro

As amortizações de títulos pelos setores da economia superaram as emissões em 6,8 mil milhões de euros em outubro, tendo o setor das administrações públicas sido “o que mais contribuiu” para este resultado, informou hoje o Banco de Portugal (BdP).

Amortizações de títulos superam emissões em 6,8 mil ME em outubro

Amortizações de títulos superam emissões em 6,8 mil ME em outubro

As amortizações de títulos pelos setores da economia superaram as emissões em 6,8 mil milhões de euros em outubro, tendo o setor das administrações públicas sido “o que mais contribuiu” para este resultado, informou hoje o Banco de Portugal (BdP).

“Em outubro, as amortizações de títulos foram superiores às emissões em 6,8 mil milhões de euros. As amortizações de títulos de dívida superaram as emissões em 6,9 mil milhões de euros e, em sentido inverso, as emissões de ações superaram as amortizações em 0,1 mil milhões de euros”, refere o banco central.

De acordo com o BdP, o setor das administrações públicas “foi o que mais contribuiu para este resultado, com as amortizações de títulos a excederem as emissões em 7,3 mil milhões de euros”, seguindo-se as empresas não financeiras com 233 milhões de euros.

Já o setor financeiro apresentou emissões superiores às amortizações em cerca de 723 milhões de euros.

No final de outubro, o valor total de títulos emitidos por entidades residentes era de 464.079 milhões de euros.

No mês em análise, as ações emitidas por empresas não financeiras e pelo setor financeiro valorizaram-se em cerca de 2,9 mil milhões de euros e 300 milhões de euros, respetivamente.

De acordo com o BdP, do total de 281.000 milhões de euros em títulos de dívida vivos no final de outubro, estavam previstas, para os 12 meses seguintes, amortizações de 43.000 mil milhões de euros, o equivalente a 15,3% do total.

“Destacavam-se as administrações públicas e o setor financeiro, com amortizações calendarizadas para outubro de 2023 de 10.600 milhões de euros e 4.000 milhões de euros, respetivamente”, acrescentou, apontando que “no caso das empresas não financeiras, o valor das amortizações calendarizadas para novembro de 2022 é de 4.400 milhões de euros”.

O banco central assinala ainda que as amortizações previstas nas empresas não financeiras “correspondiam, em larga medida, a papel comercial, um instrumento de financiamento de curto prazo muito utilizado pelas empresas portuguesas e que é habitualmente objeto de renovação, isto é, de amortização acompanhada de nova emissão, igualmente de curto prazo”.

“É, por isso, previsível que se registe sistematicamente um valor elevado de amortizações calendarizadas para os 30 dias após o fim do mês”, sublinhou.

O BdP atualiza as estatísticas de emissões de títulos em 09 de janeiro do próximo ano.

JO // CSJ

By Impala News / Lusa

Impala Instagram


RELACIONADOS