Amancio Ortega recebe 1.718 ME em dividendos da Inditex este ano

O fundador e principal acionista da Inditex, Amancio Ortega, receberá este ano um total de 1.718 milhões de euros em dividendos da empresa quando na quarta-feira se concretizar a última remuneração acionista do exercício, de 859 milhões.

Amancio Ortega recebe 1.718 ME em dividendos da Inditex este ano

Amancio Ortega recebe 1.718 ME em dividendos da Inditex este ano

O fundador e principal acionista da Inditex, Amancio Ortega, receberá este ano um total de 1.718 milhões de euros em dividendos da empresa quando na quarta-feira se concretizar a última remuneração acionista do exercício, de 859 milhões.

Segundo avança hoje a Europa Press, os mais de 1.700 milhões de euros que o empresário vai receber este ano em dividendos do grupo têxtil galego superam os 1.294 milhões de euros arrecadados no ano passado.

No total, a empresa vai pagar aos seus acionistas 2.898 milhões de euros este ano, após ter aumentado o dividendo em 33%, para 0,93 euros por ação, que incluem um dividendo ordinário de 0,63 euros e um dividendo extraordinário de 0,30 euros por ação.

O pagamento deste dividendo será feito em duas parcelas iguais: Uma já executada em 02 de maio, de 0,465 euros por ação, e outra, do mesmo valor, que a empresa liquidará na quarta-feira, 02 de novembro.

Adicionalmente, o Conselho de Administração da Inditex deliberou a atribuição de um dividendo extraordinário de 0,40 euros por ação para o exercício de 2022, que será adicionado ao dividendo ordinário a ser distribuído ao longo do ano de 2023.

O fundador da Inditex, que vai receber na quarta-feira quase 860 milhões de euros em dividendos através das empresas Pontegadea Inversiones e Partler, com as quais controla 59,294% do grupo têxtil, o equivalente a 1.848 milhões de ações, investe parte dos dividendos recebidos no setor imobiliário.

Ortega detém a maior empresa imobiliária espanhola, especializada na compra e gestão de grandes imóveis, com uma carteira de ativos composta principalmente por edifícios de escritórios, não residenciais, localizados no centro das grandes cidades de Espanha, Reino Unido, Estados Unidos e Ásia.

Uma das suas últimas operações foi a compra de um arranha-céus de apartamentos de luxo em Nova Iorque, por quase 500 milhões de dólares (505 milhões de euros).

O edifício adquirido por Ortega, no número 19 da Dutch Street, é uma torre de luxo de 64 andares situado no distrito financeiro de Nova Iorque, propriedade da Carmel Partners.

Este ano, o fundador da Inditex já comprou um edifício de escritórios em Glasgow (Escócia), por 200 milhões de libras (cerca de 237 milhões de euros), e o icónico arranha-céus Royal Bank Plaza de Toronto (Canadá), por cerca de 1.150 milhões de dólares canadianos (mais de 874 milhões de euros).

A estes edifícios somam-se outros ativos logísticos adquiridos nos Estados Unidos: Uma plataforma ocupada pela empresa FedEx em Menomonee Falls, no Wisconsin, por 35 milhões de dólares (cerca de 34 milhões de euros), e um centro de distribuição em Filadélfia (Pensilvânia), no valor de 148 milhões de dólares (cerca de 147 milhões de euros).

Por seu lado, a sua filha Sandra Ortega, que detém 5,053% da empresa galega, vai receber mais de 146 milhões de euros em dividendos da Inditex este ano, metade dos quais também esta quarta-feira.

PD // EA

By Impala News / Lusa

Impala Instagram


RELACIONADOS