Agricultores acusam ministra de não cumprir pela 3.ª vez pagamento de verba da PAC

A Confederação dos Agricultores de Portugal acusou hoje a ministra de não cumprir o pagamento de uma verba da Política Agrícola Comum (PAC), pela terceira vez, e apelou ao protesto através de reclamações escritas a Maria do Céu Antunes.

Agricultores acusam ministra de não cumprir pela 3.ª vez pagamento de verba da PAC

Agricultores acusam ministra de não cumprir pela 3.ª vez pagamento de verba da PAC

A Confederação dos Agricultores de Portugal acusou hoje a ministra de não cumprir o pagamento de uma verba da Política Agrícola Comum (PAC), pela terceira vez, e apelou ao protesto através de reclamações escritas a Maria do Céu Antunes.

“A Confederação dos Agricultores de Portugal confirma que, à data de hoje e pela terceira vez, os agricultores portugueses voltaram a não receber qualquer pagamento das verbas da PAC. Nem um cêntimo”, informou em comunicado.

Segundo a confederação, a ministra da Agricultura e da Alimentação, Maria do Céu Antunes, comprometeu-se, no dia 21 de abril, a liquidar antecipadamente uma determinada verba da PAC até 30 de maio, o que não aconteceu, tendo depois sido adiado o prazo para junho, o que também não aconteceu, e, por fim, para hoje.

A CAP considerou que a “situação é inadmissível e assume proporções insustentáveis”.

“Em consequência da promessa da ministra, os agricultores anteciparam decisões financeiras, firmaram contratos e encomendas junto de fornecedores e assumiram responsabilidades. As situações de incumprimento em que muitos agricultores se encontram, decorrem, diretamente, da falta de cumprimento da palavra da ministra da Agricultura”, vincou o presidente da CAP, Eduardo Oliveira e Sousa, citado na mesma nota.

Desta forma, a confederação apelou a que os agricultores que se sentem lesados pela situação enderecem por escrito as suas queixas e indignações a Maria do Céu Antunes, como forma de protesto.

MPE // EA

By Impala News / Lusa

Impala Instagram


RELACIONADOS