Aeroporto de Macau regista quebra de 88% de passageiros em 2020

O aeroporto internacional de Macau anunciou hoje uma quebra de 88% no número de passageiros em 2020, em relação a 2019.

Aeroporto de Macau regista quebra de 88% de passageiros em 2020

Aeroporto de Macau regista quebra de 88% de passageiros em 2020

O aeroporto internacional de Macau anunciou hoje uma quebra de 88% no número de passageiros em 2020, em relação a 2019.

A Companhia do Aeroporto Internacional de Macau (CAM) contabilizou 1,17 milhões de passageiros e assinalou ainda o movimento de 16.962 aviões no ano passado, uma diminuição homóloga de 78%.

A CAM explicou que a falta de passageiros levou a empresa a apostar no transporte de carga (33.346 toneladas) em 2020, o que se traduziu ainda assim numa diminuição de 21% em relação a 2019.

A empresa sublinhou que esta é uma tendência que é para manter, uma vez que a associação internacional de transporte aéreo prevê que o volume de tráfego aéreo global nos próximos cinco anos deverá crescer a uma taxa anual de 2,4%.

Num encontro com os jornalistas, a CAM sublinhou que continua a investir em infraestruturas, explicando que o projeto do segundo terminal da CAM deverá estar concluído até ao final deste ano.

No final, salientou, o aeroporto será capaz de servir anualmente dez milhões de passageiros.

Atualmente, devido à pandemia de covid-19, apenas estão a operar no aeroporto três companhias aéreas: Air Macau, Eva Air e Starlux Airlines.

Em relação ao número de turistas para 2021, a empresa gestora do aeroporto já tinha afirmado no final de 2020 esperar uma tendência de aumento progressivo no número de passageiros, num momento em que o aeroporto regista entre mil e dois mil por dia, em 30 voos diários.

O aeroporto internacional de Macau prevê receber 3,8 milhões de passageiros em 2021, cerca de 40% dos registados em 2019.

CZL // VM

By Impala News / Lusa

Impala Instagram


RELACIONADOS