Dois detidos em ações contra jogo ilícito em Beja e Viana do Castelo

Duas operações de fiscalização da ASAE contra o jogo ilícito em Beja e Viana do Castelo resultaram na detenção de duas pessoas e na instauração de três processos-crime, divulgou hoje a entidade.

Dois detidos em ações contra jogo ilícito em Beja e Viana do Castelo

Dois detidos em ações contra jogo ilícito em Beja e Viana do Castelo

Duas operações de fiscalização da ASAE contra o jogo ilícito em Beja e Viana do Castelo resultaram na detenção de duas pessoas e na instauração de três processos-crime, divulgou hoje a entidade.

Duas operações de fiscalização da Autoridade de Segurança Alimentar e Económica (ASAE) contra o jogo ilícito em Beja e Viana do Castelo resultaram na detenção de duas pessoas e na instauração de três processos-crime, divulgou hoje a entidade.

De acordo com um comunicado da ASAE, foram realizadas “duas operações de fiscalização direcionadas ao desmantelamento de vários locais onde se procedia, de forma ilícita, à exploração de jogos de fortuna ou azar e atividades relacionadas”. “Foram fiscalizados sete estabelecimentos de restauração e bebidas, dos quais cinco localizados na zona de Beja e dois em Viana do Castelo, onde operavam de forma dissimulada sistemas com jogos de fortuna ou azar e máquinas mecânicas com as mesmas modalidades”, detalha o comunicado.

Num caso foi ainda identificado “um espaço anexo a um dos estabelecimentos, onde funcionava uma sala onde se praticava de jogo ilícito”. “Da ação de fiscalização, resultou a instauração de três processos-crime pela prática do crime de exploração de jogos de fortuna ou azar fora dos locais legalmente autorizados, a instauração de oito processos de natureza contraordenacional por diversas infrações e a detenção de dois indivíduos”, refere a ASAE.

No âmbito das ações foram também “apreendidas cinco máquinas eletrónicas de jogos de fortuna ou azar e respetivos mecanismos de introdução de valores pecuniários, um telemóvel ‘smartphone’, quatro máquinas de exploração de modalidades afins de jogos de fortuna ou azar, um cofre dissimulado com dois sistemas (noteiros) para receção de notas que serviam para os jogadores realizarem apostas nos equipamentos de jogo”. Foi ainda apreendida a quantia monetária de 504 euros “resultantes da exploração”, e, no total, as apreensões atingem o “valor aproximado de 15.000 euros”.

As ações da ASAE foram levadas a cabo pela Unidade Regional do Sul — Unidade Operacional de Évora e pela Unidade Regional do Norte — Unidade Operacional de Barcelos, e no caso alentejano “a ação em Beja contou com a colaboração da Polícia de Segurança Pública” local. “A ASAE continuará a desenvolver ações de combate e repressão, em todo o território nacional, ao flagelo do jogo ilícito e aos seus crimes conexos, combatendo e tentando minorar os problemas sociais daí decorrentes”, conclui o comunicado da autoridade.

 

 

Impala Instagram


RELACIONADOS