Acionistas da Reditus aprovam redução do capital social para 14,6 ME

Acionistas da Reditus aprovam redução do capital social para 14,6 ME

Os acionistas da Reditus aprovaram hoje, “por unanimidade”, em reunião magna, a redução do capital social da empresa em 58,5 milhões de euros, para 14,6 milhões de euros, anunciou a tecnológica portuguesa.

Em comunicado enviado à Comissão do Mercado de Valores Mobiliários (CMVM), a Reditus adianta que a assembleia-geral aprovou “por unanimidade a proposta apresentada pelo Conselho de Administração”, de reduzir o capital social da Reditus – Sociedade Gestora de Participações Sociais do atual 73.193.455,00 euros para 14.638.691,00 euros.

“Destinando-se a redução, no valor global de 58.554.764,00 euros a cobertura dos prejuízos acumulados, no montante de 56.179.45,00 euros, ajustamento do valor de ações próprias, no montante de 1.171.254,00 euros” e “criação de ‘reservas especiais'” no valor de 1.204.053,00 euros, refere a Reditus.

A redução do capital social “é feita através da redução de quatro euros ao valor nominal de todas as ações, passando as mesmas a ter um valor nominal de um euro”, acrescenta a tecnológica.

Foi também aprovado por unanimidade a alteração ao número um do artigo quinto do contrato de sociedade, que passa agora a referir que “o capital social é de 14.638.691,00 no valor nominal de um euro cada uma”.

Em 01 de maio, a Reditus anunciou um resultado líquido negativo em 2017 das operações em continuação de 1,6 milhões de euros, melhorando cerca de 1,1 milhões de euros face ao resultado negativo de 2,7 milhões de euros em 2016.

O resultado antes de impostos, juros, depreciações e amortizações (EBITDA) atingiu em 2017 cerca de 4,9 milhões de euros, face aos 2,8 milhões de euros no período homólogo anterior.

ALU/(PE) // MSF

By Impala News / Lusa


RELACIONADOS

Acionistas da Reditus aprovam redução do capital social para 14,6 ME

Os acionistas da Reditus aprovaram hoje, “por unanimidade”, em reunião magna, a redução do capital social da empresa em 58,5 milhões de euros, para 14,6 milhões de euros, anunciou a tecnológica portuguesa.