Direção Geral da Saúde vai acabar com os boletins diários da covid-19

Graça Freitas, diretora-geral da saúde, revelou que os boletins diários de casos, mortes e internamentos da Covid-19 deverão acabar, bem como o isolamento para vacinados. “Vamos tender a voltar à nossa vida como era em 2019″, assumiu.

Direção Geral da Saúde vai acabar com os boletins diários da covid-19

Direção Geral da Saúde vai acabar com os boletins diários da covid-19

Graça Freitas, diretora-geral da saúde, revelou que os boletins diários de casos, mortes e internamentos da Covid-19 deverão acabar, bem como o isolamento para vacinados. “Vamos tender a voltar à nossa vida como era em 2019″, assumiu.

A diretora-geral da Saúde, Graça Freitas, revelou que vão deixar de ser divulgados os boletins diários com os números da covid-19 em Portugal. A periodicidade diária está assim a ser “equacionada”, apontou a responsável numa entrevista ao jornal Público, sem avançar data para a intenção.

“Vamos libertar os portugueses desta carga”

O boletim vai deixar de ser diário, para “libertar os portugueses” do peso dos números. “Queremos aumentar o intervalo desta publicação, sendo que, sempre que acontecer alguma coisa inesperada, comunicaremos”, afirmou: “Vamos libertar os portugueses desta carga que é recordar todos os dias quantos casos, quantos internamentos, porque isso também dá um peso à nossa vida”.

A diretora-geral da Saúde disse, também, que está para breve o fim do isolamento profilático para vacinados. Mas esta mudança só se pode fazer se a união entre a “vacinação, a epidemia e a entrada no inverno” o permitir e se não surgir “nenhuma variante com competência para substituir a Delta”. Caso os vacinados, sem outros riscos associados, tenham um contacto de risco e não façam isolamento, “o risco não é zero”. Caberá à própria pessoa, durante os próximos 14 dias, diminuir contactos e monitorizar os seus sintomas.

Graça Freitas pediu, ainda, paciência aos pais que têm de continuar a deixar os bebés à porta. “Vamos tender a voltar à nossa vida como era em 2019″, assumiu.

VEJA AGORA
urgências, hospital
Mulher morre após três horas de espera nas urgências do Hospital de Braga
Mulher deu entrada nas urgências com suspeita de enfarte do miocárdio, tendo-lhe sido aplicada a pulseira amarela na triagem. Passadas três horas, a utente caiu inanimada na sala de espera (… continue a ler aqui)

 

Impala Instagram


RELACIONADOS