Dia do Animal: Dicas para que nada falte ao seu animal de estimação

No Dia do Animal eis algumas dicas que o pode ajudar a tomar conta do seu animal.

Dia do Animal: Dicas para que nada falte ao seu animal de estimação

Dia do Animal: Dicas para que nada falte ao seu animal de estimação

No Dia do Animal eis algumas dicas que o pode ajudar a tomar conta do seu animal.

Esta sexta-feira, 4 de outubro, celebra-se o Dia do Animal. Se tem um, estas dicas vão ajudá-lo a tomar conta do seu companheiro com segurança.

LEIA DEPOIS
Dicas e truques para acabar de vez com a celulite

Ter um animal em casa traz muitas alegrias, mas, se não tiver cuidado, pode trazer também dissabores. Desta forma, para ter em atenção que o seu melhor amigo está bem cuidado, há algumas obrigações que tem de cumprir.

Proteja o seu animal

Faz parte dos seus deveres proteger o animal. Tenha atenção para que não fujam ou saiam à rua sozinhos, de forma a evitar atropelamentos, envenenamentos ou lutas.

Ração deve ser de boa qualidade

Ofereça uma ração de boa qualidade, tendo em conta as características de cada animal e faixa etária (ração de filhote, adulto e idoso). Água limpa e fresca é essencial.

Recorra à castração

Se não quer que o seu animal procrie, a castração é aconselhável. Desta forma são evitados problemas como: superpopulação, abandonos, doenças uterinas, neoplasias (câncer), doenças prostáticas, agressividade e marcação de território.

Passeios e brincadeiras

É essencial ter tempo para brincar e passear com o seu animal. Passeie e brinque regularmente para que tanto a parte física como psicológica sejam estimuladas. Isto vai ajudar a prevenir doenças causadas por stress e obesidade.

Vacinação

Cada tipo e espécie de animal tem o seu próprio esquema de vacinas. Geralmente, a vacinação é anual e só pode ser realizada por um médico veterinário. As vacinas previnem doenças graves, que pode levar o animal à morte.

Controle de parasitas

Os donos ainda devem ficar atentos com infestações de pulgas e carraças, que podem transmitir doenças graves para os animais e humanos.

Esteja atento aos vermes

Assim como as vacinas, os vermífugos são muito importantes, pois os parasitas intestinais (vermes) podem comprometer a saúde dos animais, levando ao emagrecimento, à queda de pelos, anemias e zoonoses.

Higiene

Cães e gatos também precisam escovar os dentes, mas com produtos veterinários específicos. Doenças periodontais, além de causar o desagradável mau hálito, prejudicam a alimentação, causam dor e as bactérias da boca podem se desprender e causar lesões em outros órgãos. Nos cães, o ideal é dar banho a cada 15 dias. Já nos gatos, este intervalo deve ser maior. Os banhos devem ser com produtos veterinários e com o menor stress possível.

Não falhe a visita ao veterinário

É de grande importância realizar, pelo menos, uma vez ao ano uma consulta com o veterinário. Muitas doenças podem ser evitadas com a prevenção. Esteja atento a qualquer mudança de comportamento ou hábito do animal.

LEIA MAIS
Previsão do tempo para este sábado, 5 de outubro

Impala Instagram


RELACIONADOS