DGS: «O nosso país está à beira de controlar a situação epidémica»

Numa altura em que se aproxima uma semana de feriados, a diretora-geral da Saúde apelou aos portugueses que estão em isolamento para ficarem em casa.

DGS: «O nosso país está à beira de controlar a situação epidémica»

DGS: «O nosso país está à beira de controlar a situação epidémica»

Numa altura em que se aproxima uma semana de feriados, a diretora-geral da Saúde apelou aos portugueses que estão em isolamento para ficarem em casa.

Na conferência de imprensa desta sexta-feira, 5 de junho, a diretora-geral da Saúde começou por fazer um apelo aos portugueses relativamente ao isolamento e às férias que se aproximam para muitos portugueses. «O nosso país está à beira de, enfim, controlar a situação epidémica. Temos de fazer um esforço final para que, quem está positivo, que está com medidas de isolamento, não contagiar amigos, familiares e colegas», afirmou Graça Freitas.

LEIA DEPOIS
Idosos vão ter acompanhamento médico nos lares

A diretora-geral da Saúde pediu ainda a estas pessoas – que estão infetadas ou estiveram em contacto com um infetado, tendo de cumprir isolamento de 14 dias –  para não irem trabalhar, não conviver, nem deixarem os filhos ir à escola ou à creche.

Com a semana de feriados que se aproxima, Graça Freitas lembrou ainda que este ano as férias serão diferentes. «Temos de manter o distanciamento físico em relação às pessoas, exceto aquelas com quem partilhamos o agregado familiar. Mais do que saírem para o Alentejo ou para o Algarve é sair com regras». Quem tem indicação das autoridades de saúde para ficar em isolamento não deve sair casa. «Nem para a casa ao lado», vincou Graça Freitas.

Sem não do contágio

A percepção que as pessoas têm do risco de contágio difere ao longo da epidemia. Segundo a diretora-geral da Saúde é «essa percepção que faz com que tenhamos certos comportamentos. Se eu não tiver a sensação de que não corro risco, como posso colocar outras pessoas em risco, tenderei a sair, a conviver e a juntar-me a outras pessoas».

Casos em Portugal

A Direção-Geral da Saúde (DGS) anunciou esta sexta-feira-feira a existência de 1.465 mortes e 33.969 casos de Covid-19 em Portugal, desde o início da pandemia.

O número de óbitos subiu, de ontem para hoje, de 1.455 para 1.465, mais 10, enquanto o número de infetados aumentou de 33.592 para 33.969, mais 377, o que representa um aumento de 1,1%.

O número de casos recuperados subiu de 20.323 para 20.526, mais 203.

Há 475 doentes internados, mais 47 em relação a ontem. 64 encontram-se em Unidades de Cuidados Intensivos, mais seis face a quinta-feira.

Texto: Carla S. Rodrigues

LEIA MAIS
Lisboa: Seis concelhos com subida de casos acima de 150% após fim do estado de emergência

1 – Aceda a www.lojadasrevistas.pt

2 – Escolha a sua revista

3 – Clique em COMPRAR ou ASSINAR

4 – Clique no ícone do carrinho de compras e depois em FINALIZAR COMPRA

5 – Introduza os seus dados e escolha o método de pagamento

6 – Pode pagar através de transferência bancária ou através de MB Way!

E está finalizado o processo! Continue connosco. Nós continuamos consigo.

 

Impala Instagram


RELACIONADOS