Dezenas de Boeing 737 em terra para serem reparados

Dezenas de aviões Boeing 737 estão em terra para serem reparados, depois de terem sido detetadas fissuras na parte que liga as asas à fuselagem, segundo a imprensa norte-americana.

Dezenas de Boeing 737 em terra para serem reparados

Dezenas de Boeing 737 em terra para serem reparados

Dezenas de aviões Boeing 737 estão em terra para serem reparados, depois de terem sido detetadas fissuras na parte que liga as asas à fuselagem, segundo a imprensa norte-americana.

De acordo com a Boeing, 5% dos mil aviões deste modelo que foram inspecionados precisam de ser reparados.

A companhia aérea australiana Qantas confirmou hoje ter três Boeing 737 em terra, por terem sido detetados problemas na estrutura dos aparelhos.

As fissuras, detetadas pela Qantas durante uma revisão técnica a cerca de três dezenas de aviões do mesmo modelo, encontram-se na união entre a fuselagem e a asa e obrigam a uma reparação complexa.

Na quarta-feira, o presidente executivo da Boeing, Dennis Muilenburg, reconheceu perante o Congresso americano a sua responsabilidade e a da empresa nos acidentes mortais com aviões do modelo 737 Max 8 na Indonésia e na Etiópia.

“A minha empresa e eu somos responsáveis e sabemos que temos de melhorar”, declarou Dennis Muilenburg, afirmando que aprendeu com os erros trágicos e que está disposto a prestar contas.

O testemunho ocorreu exatamente um ano depois do acidente de um avião 737 Max 8 da companhia aérea indonésia Lion Air, que provocou 189 mortos, incluindo todos os passageiros e tripulantes.

Cinco meses depois, um avião do mesmo modelo da Ethiopian Airlines caiu em circunstâncias semelhantes, causando a morte de 157 pessoas.

Desde então, todos os Boeing 737 Max 8 foram retirados de circulação em todo o mundo.

Uma investigação indonésia concluiu que a queda do voo da Lion Air se deveu a uma combinação de falhas no projeto do aparelho, na formação dos pilotos e na manutenção.

VAM (RRA) // ACL

By Impala News / Lusa

Impala Instagram


RELACIONADOS