Quer mais descontos para fazer compras? Troque garrafas de plástico

Esta será uma das medidas que o Governo vai anunciar para reduzir a poluição causada pelos plásticos, algo já considerado uma calamidade planetária.

Quer mais descontos para fazer compras? Troque garrafas de plástico

Quer mais descontos para fazer compras? Troque garrafas de plástico

Esta será uma das medidas que o Governo vai anunciar para reduzir a poluição causada pelos plásticos, algo já considerado uma calamidade planetária.

“Até 2021 Portugal vai ter um sistema de incentivos para quem reciclar estes materiais”, contou o secretário de Estado do Ambiente, Carlos Martins, ao Diário de Notícias. Até lá, o Governo vai anunciar e colocar em prática um pacote de iniciativas de reciclar o plástico de forma mais acelerada. Os compostos sintéticos, onde se inserem todos os tipos de plástico, demoram muito a tempo a descompor-se, podendo mesmo levar anos.

Vão ser instaladas máquinas de recolha de plástico à entrada dos supermercados e nas principais gasolineiras. Aí, será pesado e identificado o plástico que já não necessita e emitido um talão com uma quantia a descontar em futuras compras.

“Uma das principais medidas é a instalação de unidades de recolha em pontos de grande venda de plásticos, como os supermercados. O peso que o consumidor entregar será depois convertido em senhas de compras nesses mesmos estabelecimentos”, explica Carlos Martins que recupera uma ideia proposta pelo Partido Animais e Natureza (PAN) no Parlamento no último mês de maio.

LEIA MAIS: Rock in Rio Lisboa baniu copos de plástico descartáveis

Ainda assim, o mesmo político afirma que esta decisão depende dos cidadãos para ser positiva. Há que fazer acontecer uma “economia do plástico” por cada pessoa pois embalagens e garrafas, pratos e talheres, palhinhas e cotonetes são alguns dos principais produtos que prejudicam mais o ambiente em todo o mundo.

Além disso, há uma preocupação da relação entre a água e o seu principal armazenador, novamente, o plástico. O Governo vai formalizar protocolos com a Associação Portuguesa dos Industriais de Águas Minerais Naturais e de Nascente (APIAM), Associação Portuguesa de Bebidas Refrescantes não Alcoólicas (Probeb) e Associação da Hotelaria, Restauração e Similares de Portugal (AHRESP). O objetivo será ainda recolher ainda mais embalagens de plástico junto de produtores e distribuidores.

Dados do Eurostat demonstram que Portugal contribuiu em 77 mil toneladas por ano na fatura de desperdício de plástico. A média de quilos de lixo por habitante no nosso país (222kg) é acima da média europeia (147kg p/habitante). Só 9% de 400 milhões de toneladas de plástico produzido é reciclado, há que contribuir de certa forma.

Impala Instagram


RELACIONADOS