Deputado do PSD detido em operação com disparos e perseguição

Um membro do partido social democrata e deputado na Assembleia Legislativa da Madeira foi detido, na madrugada do dia 2 de dezembro, após fuga a uma operação stop.

Deputado do PSD detido em operação com disparos e perseguição

Deputado do PSD detido em operação com disparos e perseguição

Um membro do partido social democrata e deputado na Assembleia Legislativa da Madeira foi detido, na madrugada do dia 2 de dezembro, após fuga a uma operação stop.

Luís Miguel Calaça, deputado da Assembleia Legislativa da Madeira eleito pelo PSD, foi detido na madrugada do dia 2 de dezembro após uma operação stop, no Funchal.

O político foi detido após uma fuga à polícia que, segundo o ‘DN Madeira’, envolveu tiros para o ar e perseguição. O deputado está agora com termo de identidade e residência.

Luís Miguel Calaça incorre na prática dos crimes de condução sob o efeito do álcool, desobediência à autoridade e tentativa de atropelamento a agente policial.

Deputado já reagiu

O deputado, antigo presidente da Junta de Freguesia do Caniçal, já reagiu à situação. «Em relação ao sucedido, estou totalmente disponível para colaborar com a justiça», afirmou Calaça, continuando referindo: «quero também garantir que pedirei à Assembleia Legislativa da Madeira o levantamento imediato da minha imunidade parlamentar, para que nada fique por esclarecer».

LEIA MAIS:Novo julgamento de ex-inspetor da PJ Pereira Cristóvão e de ‘Mustafá’ em fevereiro

Por fim, o membro do PSD acrescentou: «assumo, como sempre o fiz na minha vida pessoal e profissional, toda e qualquer responsabilidade advinda dos meus atos».

Impala Instagram


RELACIONADOS