Conferência de imprensa do Ministério da Saúde e da Direção-Geral de Saúde

Direção-Geral da Saúde revela a existência de 60 vítimas mortais pela covid-19 no País, face às 43 reportadas nas 24 horas anteriores pela autoridade da saúde.

Conferência de imprensa do Ministério da Saúde e da Direção-Geral de Saúde

Conferência de imprensa do Ministério da Saúde e da Direção-Geral de Saúde

Direção-Geral da Saúde revela a existência de 60 vítimas mortais pela covid-19 no País, face às 43 reportadas nas 24 horas anteriores pela autoridade da saúde.

Entrámos na segunda fase de mitigação, com 60 mortos pela covid-19. Em conferência de imprensa no Ministério da Saúde, a DGS fez a atualização completa da situação em Portugal.

A Direção-Geral da Saúde revela a existência de 60 vítimas mortais no País, face às 43 reportadas nas 24 horas anteriores pela autoridade da saúde de Portugal. Existem 43 casos de recuperação, em comparação com os 22 casos divulgados um dia antes. Há agora com 60 vítimas mortais a registar, mais 17 do que até ontem. Destes, 28 foram registadas a norte, 13 no centro, 18 em Lisboa e Vale do Tejo e um no Algarve. Não há óbitos no Alentejo, nos Açores e na Madeira.

As vítimas mortais tinham mais de 40 anos. Três vítimas eram do sexo masculino e uma do sexo feminino na faixa etária dos 50 aos 59. Oito vítimas dos 60 aos 69 era do sexo masculino. Ha 14 óbitos masculinos e um óbito feminino entre os 70 e os 79 anos e 16 masculinos com mais de 80 anos. Até à data, foram registados 22.257 casos suspeitos e 2.145 pessoas ainda aguardam resultados das análises laboratoriais à covid-19. Existem 16.568 casos não confirmados após as análises e 14.994 estão sob vigilância.

ARS do Norte regista maior número de infetados pela covid-19

Há 1.858 casos registados no Norte, 435 no Centro, 1.082 em Lisboa e Vale do Tejo e 89 no Algarve. Confirma-se 24 casos na Região Autónoma dos Açores, 15 na Região Autónoma da Madeira e 20 no Alentejo. Lisboa continua a ser o concelho com mais casos, registando 284, seguindo-lhe o Porto com 259 infetados, Vila Nova de Gaia surge em terceiro lugar com 163 confirmados e a Maia tem 157 casos confirmados no concelho. O concelho de Ovar regista 119 casos confirmados de Covid-19, um aumento de 61 casos face ao dia de ontem.

Existem 191 internados, 43 recuperados e 61 pessoas na Unidade de Cuidados Intensivos (UCI). De acordo com os dados dos cidadãos recuperados, estes encontram-se no Norte, Centro e Lisboa e Vale do Tejo, sendo que o Algarve, Alentejo e Regiões Autónomas continuam sem registar cidadãos recuperados. O total de casos importados contabilizou 330: 21 de Itália, 105 de Espanha, 72 de França, 22 da Suíça, 13 de Andorra, cinco da Bélgica, um da zona da Alemanha/Áustria, sete casos dos Países Baixos, 27 casos do Reino Unido, um do Irão, 17 casos dos Emirados Árabes Unidos, três da Índia, sete da Alemanha, quatro da Áustria, oito do Brasil, um da Dinamarca, dois do Egipto e dois da Argentina. Hoje surgiram 12 novos casos importados: um de Cuba, dois dos EUA, um de Israel, um da Jamaica, um do Luxemburgo, um das Maldivas, um da Polónia, um do Qatar, um da República Checa, um da Tailândia e outro da Venezuela.

O grupo etário com mais casos confirmados é dos 40-49 anos (304 homens e 367 mulheres). Existem 140 crianças e adolescentes infetados, entre os 0 e os 19 anos de idade. Atualmente existem 1.645 homens e 1.899 mulheres infetados pelo novo coronavírus. Em relação aos sintomas, os mais referidos são cefaleias (63%), tosse (53%), febre (48%), fraqueza generalizada (37%), dores musculares (31%) e dificuldades respiratórias (19%).

LEIA MAIS
Portugal com 60 vítimas mortais. Infetados são 3544

Impala Instagram


RELACIONADOS