Covid-19: Como evitar ser contagiado durante a ida ao supermercado

O risco de contágio de Covid-19 em supermercados é elevado.

Covid-19: Como evitar ser contagiado durante a ida ao supermercado

Covid-19: Como evitar ser contagiado durante a ida ao supermercado

O risco de contágio de Covid-19 em supermercados é elevado.

O ideal é ficar em casa o máximo de tempo possível, mas todos sabemos que temos de nos alimentar. Por isso, a ida ao supermercado é praticamente uma viagem inevitável. Contudo, deve fazê-la em segurança não esquecendo nunca as medidas de higiene e etiqueta respiratória.

LEIA DEPOIS
Meteorologia: Previsão do tempo para terça-feira

O risco de contágio de Covid-19 em supermercados é elevado, uma vez que tocamos nos alimentos e nas embalagens dos produtos. Gemma del Caño, especialista espanhola em segurança alimentar, elabrou uma lista de cuidados a ter durante a ida ao supermercado que foi publicada num artigo do El País. Ora veja!

Antes de sair de casa:

  • – Antes de sair de casa verifique se tem algum tipo de sintoma;
  • – Faça um plano da ida ao supermercado. Tente ir sozinho e em alturas de menor afluência;
  • – Elabore uma lista do que realmente precisa;
  • – Mantenha a distância das pessoas;

No supermercado:

  • – Tente não usar dinheiro. Pague com o cartão multibanco;
  • – Não toque na cara desde que sai de casa até voltar. Lembre-se de lavar as mãos mal entre em casa;
  • – Não toque nos alimentos diretamente. Use saco ou luvas;
  • – Lembre-se de manter a distância das pessoas;
  • – Leve sacos de casa;
  • -Se tiver de tossir ou espirrar, faça-o para o antebraço. Lembre-se de não falar em cima dos alimentos;
  • – Não lamba o dedo para abrir o saco plásico;
  • -Mal chegue a casa, lave as mãos e depois os alimentos.

Se for às compras gastar até 20€, pague com cartão sem por código

Se for às compras e gastar ate 20€, saiba que não precisa de colocar o PIN do multibanco no terminal. A mensagem é deixada pelo Banco de Portugal que considera a tecnologia contactless a mais adequada, no entanto recorda que deve tentar «sempre que possível» fazer compras online.

Este valor (20€) é o limite definido para compras sem que seja necessário usar o PIN. Em gastos acima, o terminal já exige que coloque o código. O montante pode variar consoante a entidade, mas podem fazer-se até três compras consecutivas de 20€, por isso, o limite de pagamentos consecutivos sem usar o PIN é, normalmente, de &0€.

LEIA MAIS
Covid-19: Nasceu no Porto o primeiro bebé filho de mulher infetada

 

 

Impala Instagram


RELACIONADOS