Covid-19 obriga ao cancelamento de mais de 95 mil cirurgias

Os hospitais privados já estão a ser chamados para prestar apoio ao Serviço Nacional de Saúde (SNS).

Covid-19 obriga ao cancelamento de mais de 95 mil cirurgias

Covid-19 obriga ao cancelamento de mais de 95 mil cirurgias

Os hospitais privados já estão a ser chamados para prestar apoio ao Serviço Nacional de Saúde (SNS).

Nos últimos nove meses, em relação ao mesmo período do ano anterior, os hospitais públicos realizaram menos 96 mil cirurgias programadas devido à pandemia da covid-19.

De acordo com o Jornal de Notícias, foi feito um enorme esforço no verão para recuperar dos atrasos, mas o impacto da pandemia de covid-19 é muito significativo e o número tende a disparar novamente uma vez que a tutela autorizou os hospitais a suspender consultas e cirurgias programadas para este novembro. Os hospitais privados já estão a ser chamados para prestar apoio ao Serviço Nacional de Saúde (SNS).

Segundo o Jornal de Notícias, o Centro Hospitalar do Tâmega e Sousa cancelou várias operações há mais de três semanas. Na mesma altura, o Hospital de São João, na cidade do Porto ativou o nível de contingência que implicou o cancelamento de 20% das cirurgias. O principal objetivo é conseguir libertar camas nos cuidados intensivos e no internamento que seria utilizadas no pós-operatório.

O despacho do Governo refere que os hospitais públicos devem ativar os planos de contingência para dar resposta à covid-19.

LEIA MAIS

Meteorologia: Previsão do tempo para quinta-feira, 5 de novembro

 

 

Impala Instagram


RELACIONADOS