Coutadas moçambicanas de Marromeu recebem 24 leões

Coutadas moçambicanas de Marromeu recebem 24 leões

Duas coutadas do distrito de Marromeu, província de Sofala, centro de Moçambique, receberam 24 leões da África do Sul, no âmbito do programa de repovoamento animal da região, anunciou hoje a Zambeze Delta Safaris, concessionária das coutadas.

Os animais foram colocados nas coutadas 11 e 12 e foram transportados em cinco voos fretados, no que a ZDS considera “a maior operação de translocação de leões alguma vez realizada em África”.

“Trata-se de 18 fêmeas e seis machos oferecidos por diferentes províncias da África do Sul, entre parques e reservas privadas e públicas”, refere a nota.

Dos 24 leões, 15 animais têm colar-satélite para a sua monitorização, acrescenta o comunicado.

A operação custou um milhão de dólares doados por dois filantropos norte-americanos.

“Os animais passaram a ser pertença da Administração Nacional das Áreas de Conservação e sobre eles existe o compromisso voluntário dos operadores de não incluírem estes animais nos safaris de caça”, lê-se no comunicado.

Além de coutadas, Marromeu acolhe igualmente a Reserva Nacional de Búfalos, que conta 20 mil unidades desta espécie e é visitado por um terço dos turistas caçadores que visitam anualmente Moçambique.

A área é habitat de 18 espécies de mamíferos e além de búfalo aloja o elefante, piva, chango, a pala-pala, gondonga, zebra e o facocero.

PMA // VM

By Impala News / Lusa


RELACIONADOS

Coutadas moçambicanas de Marromeu recebem 24 leões

Duas coutadas do distrito de Marromeu, província de Sofala, centro de Moçambique, receberam 24 leões da África do Sul, no âmbito do programa de repovoamento animal da região, anunciou hoje a Zambeze Delta Safaris, concessionária das coutadas.