Corroios: Mãe que matou filha à facada após o parto teve ajuda da irmã

Corroios: Mãe que matou filha à facada após o parto teve ajuda da irmã

O caso da mulher que matou a filha recém nascida em Corroios ganha novos contornos, agora que se sabe que teve a ajuda da irmã

Rafaela Cupertino, de 25 anos, deu à luz em casa, em Corroios, na terça-feira dia 10. Mãe de dois filhos gémeos, engravidou e escondeu a situação de toda a gente, menos da irmã, avança o Correio da Manhã. Teve a criança em casa, e matou-a com uma facada logo a seguir.

Foi a irmã da homicida quem a ajudou a colocar o corpo da recém-nascida num saco de plástico, avança a mesma publicação. O objetivo seria o de se desfazerem do corpo do bebé.

Foi Inês, a irmã gémea, quem ajudou no parto, que acabou por correr mal. Rafaela teve uma hemorragia e as duas mulheres foram obrigadas a chamar ajuda, ligando ao 112. Desta forma, o plano que esconder o cadáver foi descoberto e as duas acabaram por ser detidas.

O bebé já morto foi levado para a morgue do Garcia da Horta, o mesmo hospital para onde também foi a mãe.

À publicação, os familiares garantem que não sabiam da gravidez os vizinhos asseguram que Rafaela era uma boa mãe para os gémeos. O pai das crianças não se encontrava em casa à hora do crime, já foi ouvido pela PJ, e não foi considerado suspeito.


RELACIONADOS