Coronavírus. Vaticano regista primeiro caso e Espanha aumenta número de mortos

Os números de casos e de mortes por coronavírus na Europa não param de aumentar. Ministros da Saúde da União Europeia estão reunidos em Bruxelas.

Coronavírus. Vaticano regista primeiro caso e Espanha aumenta número de mortos

Coronavírus. Vaticano regista primeiro caso e Espanha aumenta número de mortos

Os números de casos e de mortes por coronavírus na Europa não param de aumentar. Ministros da Saúde da União Europeia estão reunidos em Bruxelas.

Os ministros da Saúde da União Europeia estão reunidos hoje em Bruxelas, numa nova reunião extraordinária, a segunda em menos de um mês, para discutir medidas coordenadas de resposta ao surto do coronavírus, que continua a propagar-se na Europa.

Na quinta-feira, intervindo numa sessão na comissão de Saúde Pública do Parlamento Europeu dedicada a um ponto da situação do surto, o diretor-geral de Saúde da Comissão Europeia sublinhou que, por ocasião da primeira reunião extraordinária de ministros da Saúde da UE de 13 de fevereiro passado, eram 44 os casos reportados na União Europeia e Reino Unido. Três semanas volvidas, e à partida para a segunda reunião extraordinária, são 3400 os casos. Alemanha triplicou o número de casos confirmados desde terça-feira, garante o The Guardian. Em Portugal estão confirmados, até ao momento, nove pessoas infetadas com Covid-19.

Espanha já regista cinco vítimas mortais

Espanha contabiliza cinco mortes relacionadas com o novo coronavírus.  A última vítima mortal é um homem de 87 anos que estava hospitalizado num hospital de Saragoça, informou esta sexta-feira, 6 de março, Pilar Ventura, responsável pela pasta da Saúde do Governo regional de Aragão. Horas antes tinha sido também anunciada a morte de uma mulher de 76 anos, utente de um lar de idosos, situado nos arredores de Madrid.

Holanda: a primeira morte

A Holanda registou esta sexta-feira, 6 de março, a primeira morte devido ao Covid-19. Segundo o The Guardian, trata-se de um homem de 86 anos que estava internado num hospital em Roterdão.

Vaticano confirma o primeiro caso de infeção

O Vaticano anunciou o primeiro caso de infeção pelo novo coronavírus Covid-19. «Todos os serviços de consultas deste centro foram temporariamente fechados para limpar as instalações após a descoberta ontem (na quinta-feira) de um caso positivo de Covid-19 num paciente», afirmou Matteo Bruni, porta-voz do Vaticano, adiantando que o caso foi confirmado esta quinta-feira, cinco de março.

«As atividades do Santo Padre, da Santa Sé e do Estado da Cidade do Vaticano nos próximos dias serão sujeitas às medidas que estão a ser estudadas para impedir a propagação do Covid-19», anunciou ainda Matteo Bruni.

Texto: Carla S. Rodrigues com Lusa

LEIA MAIS
Coronavírus: Pode ter sido encontrado o ‘paciente zero’ na Europa
Coronavírus: Fábrica de calçado encerrada em Felgueiras

Impala Instagram


RELACIONADOS