Dez objetos que ajudam a espalhar o coronavírus

“Aconselhamos às pessoas que lavem as mãos depois de mexer em notas e que evitem tocar na cara.”

Dez objetos que ajudam a espalhar o coronavírus

Dez objetos que ajudam a espalhar o coronavírus

“Aconselhamos às pessoas que lavem as mãos depois de mexer em notas e que evitem tocar na cara.”

A China e a Coreia do Sul têm desinfectado notas, acreditando que o coronavírus pode ali sobreviver e propagar-se. Mas se nas questões iniciais sobre o Covid-19 a OMS não tinha uma resposta concreta sobre a possibilidade de o vírus sobreviver em superfícies, agora não exclui a hipótese e pede às pessoas que lavem as mãos quando manuseiam notas bancárias.

LEIA DEPOIS
Meteorologia: Previsão do tempo para esta quinta-feira

Assim, o primeiro objeto será o dinheiro.

“Aconselhamos às pessoas que lavem as mãos depois de mexer em notas e que evitem tocar na cara.” A Organização deixa ainda uma recomendação final: “Sempre que possível, é aconselhável que se utilize pagamentos contacless, para reduzir o risco de transmissão”, diz a OMS.

Máquinas multibanco

Tal como o dinheiro, também as máquinas podem ser um propagador do vírus. Lave as mãos ou use desinfectante após a utilização.

Corrimões 

Nos transportes públicos, principalmente, evite apoiar-se em corrimões. Estes são tocados por centenas de pessoas ao final do dia. Para além do coronavírus, podem conter ainda outras doenças.

No escritório

Ratos de computador, máquinas de café, mesas, cadeiras e uma infinidade de outros objectos podem alojar o vírus.

Casas de banho

Aqui, o principal problemas são os puxadores das portes. Após usar a casa de banho e lavar devidamente as mãos, use um papel para abrir a porta.

Telefones

Já não é hábito partilhar telefones, contudo ainda há quem o faça principalmente nos escritórios. Assim, é recomendado que os mesmos sejam desinfetados ou que se evite ao máximo utiliza telefones fixos.

Comandos

Comandos de televisão ou de ar condicionado são dos objetos menos limpos. Por isso, há a maior probabilidade de terem alguns vírus ainda vivos. Lave sempre as mãos depois de os usar ou passe uma toalhita desinfetante antes da primeira utilização.

Assentos de avião

Os lugares de avião são limpos antes da descolagem, mas isso não é totalmente eficaz uma vez que o sistema de ventilação faz circular o mesmo ar. No entanto, isso pode ajudar a reduzir a probabilidade de ficar infetado.

Puxadores de portas

É praticamente impossível não tocar em puxadores de portas, a menos que sejam elétricos. Tenha cuidado e lave sempre as mãos depois de lhes tocar. Evite ao máximo o contato com a cara antes de lavar as mãos.

Tudo o que houve no serviço de urgência

A DGS diz que se houve suspeita de infeção, não deve ir a nenhuma unidade de saúde. Deve apenas ligar para a SNS24 para que possa ser encaminhado através de transporte para os hospitais preparados para receber doentes com coronavírus. Mas pode dar-se o caso de quem não sabe que está infetado, deslocar-se ao serviço de urgência e contaminar qualquer superfície.

LEIA MAIS
António Joaquim diz que Rosa Grilo lhe deve uma explicação e que “talvez um dia” a visite

 

Impala Instagram


RELACIONADOS