Conheça alguns sectores que conseguiram manter boas vendas apesar do COVID-19

As compras online é um dos sectores que cresce mesmo com a pandemia.

Conheça alguns sectores que conseguiram manter boas vendas apesar do COVID-19

Conheça alguns sectores que conseguiram manter boas vendas apesar do COVID-19

As compras online é um dos sectores que cresce mesmo com a pandemia.

A economia sofreu um duro golpe com a crise do COVID-19. Independente do tempo da quarentena e até do número de mortos, o impacto na economia foi igual – e enorme – em países totalmente diferentes. Portugal, por exemplo, conseguiu controlar melhor a pandemia que outros países, mas só no segundo trimestre de 2020 viu uma queda no PIB (Produto Interno Bruto) de 13,9% segundo o INE (Instituto Nacional de Estatística).

Porém, se o turismo e o comércio de rua sofreram muito, outros sectores conseguiram diminuir a queda e mostraram uma tendência irreversível: quem está on-line, está bem.

Casinos, comércio digital e o futuro

O sector do jogo seria um dos mais duramente afectados se ainda não existisse a internet. Afinal, ele está intimamente ligado à hotelaria, ao turismo e aos gastos com lazer, os primeiros que desaparecem em tempos de dificuldades económicas. Mas não foi isso que aconteceu, com os casinos inclusive a oferecer bónus aos seus clientes. O código promocional Casino Estoril 2020 é um exemplo.

Em abril, quando a quarentena estava em vigor, o volume de apostas online em jogos de fortuna ou azar foi de quase 480 milhões de euros, algo impressionante.

Esse exemplo é perfeito para uma lição que os empresários precisam de aprender: é preciso pensar o negócio no mundo digital. Se não é possível criar um comércio electrónico – afinal, nem tudo pode ser como a roleta, divertida offline ou online – pelo menos é preciso estar presente, seja com informações sobre o seu negócio (morada, email, telefone) ou conteúdo interessante (vídeos, textos, uma página).

As empresas, aos poucos, adaptam-se à nova realidade e ganham os frutos disso. Em março de 2020 houve um aumento superior a 500% nas procuras por compras online, com o sector alimentar a ser um grande protagonista. Quando a pandemia começou a tomar contornos ainda mais sérios e a quarentena foi instaurada, houve um aumento de 64% na compra de produtos de entretenimento e cultura, segundo o SIBS.

Ou seja, são sectores bastante diversos que tiveram aumentos e bons resultados durante um período de dura provação.

Há mais desafios pela frente

As notícias sobre a economia começam a melhorar, com as bolsas tendo bons resultados e uma empolgação pós-pandemia que começa a surgir. Entretanto, o duro golpe nas contas públicas e o aumento do desemprego precisa ser levado em consideração. A recuperação será plena e rápida no começo de 2021, com a possibilidade de uma vacina? Veremos.

Para quem tem um comércio, esta preocupação significa manter as portas abertas ou fechá-las, querendo apenas dizer que é preciso “ser digital” não é suficiente.

Há outras sugestões que podem ser feitas, que envolvem o online, e podem ser de grande ajuda para as pequenas empresas. São elas:

– Crie conteúdo interessante nas redes sociais. Seja no Instagram, Twitter ou Facebook, não seja só mais uma loja a falar dos seus produtos. Ofereça informações que sejam úteis para a vida das pessoas. Se tem uma loja de roupas, fale sobre as tendências da moda, combinações inusitadas, história das marcas, enfim, crie conteúdo que vá para além dos interessados em comprar.

– Seja constante. Os algoritmos das redes sociais premeiam quem insere conteúdo de forma constante e geram uma resposta dos seguidores. Colocar um post uma vez e um mês depois voltar a abrir a página é um exercício inútil.

– Confie no marketing digital: chegar aos clientes é um desafio na grande rede de computadores. Por isso, uma boa estratégia de marketing digital é tão fundamental em alguns setores como um plano de negócios. Anúncios no Google ou no Facebook, por exemplo, podem ter excelente direcionamento e conquistar clientes sem precisar gastar muito.

– Ofereça benefícios: os casinos online valem uma menção aqui porque as empresas são especialistas na fidelização dos clientes com os seus bónus. Que tal oferecer um desconto a quem colocou um gosto no Facebook?

Impala Instagram


RELACIONADOS