Condutor que atropelou irmã de Yannick apresenta nova prova

Esta é a terceira versão que o jovem, de 21 anos, apresenta desde o dia do crime.

Condutor que atropelou irmã de Yannick apresenta nova prova

Condutor que atropelou irmã de Yannick apresenta nova prova

Esta é a terceira versão que o jovem, de 21 anos, apresenta desde o dia do crime.

O advogado de Abel Fragoso, o condutor que em setembro atropelou mortalmente a irmã de Yannick Djaló, Açucena Tchuda, de 17 anos, nas festas da Moita, quer apresentar novas provas na próxima sessão do julgamento, dia 27, no Tribunal de Almada.

LEIA DEPOIS
Advogado critica tribunal por não libertar mãe do bebé deixado no lixo

A defesa irá «provavelmente» juntar indícios que tentam confirmar a versão do arguido durante o julgamento. Abel Fragoso disse que se despistou devido à areia na estrada e pouca experiência a guiar. Esta foi a terceira versão do jovem, de 21 anos, desde o dia do crime.

A novidade surgiu ontem na reconstituição do crime, na travessa do Açougue. Um militar da GNR explicou na altura o que viu na noite de 15 de setembro de 2018, perante o arguido, advogados e juízes. Para António Pragal Colaço, advogado de Djaló, «as explicações das testemunhas no terreno são essenciais».

Abel Fragoso está acusado de um homicídio consumado e 16 na forma tentada.

LEIA MAIS
Previsão do tempo para sexta-feira, 15 de novembro

Impala Instagram


RELACIONADOS