Comprou-se mais na Web Summit deste ano. Britânicos no topo da lista

Foram utilizados cartões de 120 nacionalidades, sendo a grande maioria (80,1%) de estrangeiros.

Comprou-se mais na Web Summit deste ano. Britânicos no topo da lista

Comprou-se mais na Web Summit deste ano. Britânicos no topo da lista

Foram utilizados cartões de 120 nacionalidades, sendo a grande maioria (80,1%) de estrangeiros.

A SIBS revelou hoje que foram contabilizadas 84.000 compras no recinto da Web Summit, que decorreu em Lisboa na semana passada, mais 40% do que no ano anterior, com um consumo médio de 12,25 euros. Segundo uma infografia hoje divulgada pela SIBS, no evento, entre 01 e 04 de novembro, foram utilizados cartões de 120 nacionalidades, sendo a grande maioria (80,1%) de estrangeiros.

Na edição do ano passado, que se realizou com menor capacidade, a SIBS tinha contabilizado 59.000 compras no recinto da Web Summit, com um consumo médio de 10,33 euros, enquanto na edição de 2019 foram feitas 55.000 compras numa média de 13 euros.

Britânicos lideram lista e compradores

O Reino Unido (10,5%) liderou os consumos efetuados por estrangeiros no recinto da cimeira tecnológica, que abrangeu a Altice Arena e a FIL. Seguem-se a Alemanha (7,8%), o Brasil (5,5%), os Estados Unidos (4,9%) e a Ucrânia (4,3%). Segundo dados apurados, no dia 02 de novembro, quarta-feira, pelas 13:24 (hora de Lisboa), foi atingido o pico de transações.

No que diz respeito às compras e levantamentos no distrito de Lisboa, verificou-se um aumento de 24,9% no número de operações face à edição de 2021. Já o número de operações efetuadas por estrangeiros cresceu 48,1% em comparação com o ano anterior. Por setor de atividade, 28,9% do total de compras, em Lisboa, foram efetuadas em supermercados, 25,9% dizem respeito a comidas e bebidas, e 4,9% representaram compras em gasolineiras.

A SIBS revelou ainda que 42% dos estrangeiros que visitaram a Web Summit ficaram em Lisboa no fim de semana seguinte, enquanto 17% passaram o fim de semana anterior ao evento no distrito. As operações consideram compras eletrónicas e levantamentos, tendo a análise sido feita com base na atividade dos cartões da rede multibanco, ao passo que os dados referentes a estrangeiros se referem ao país de emissão de cartão.

Impala Instagram


RELACIONADOS