Cidades moçambicanas vão enfrentar restrições de água devido a avaria em estação de tratamento

As cidades moçambicanas de Maputo e Matola e a vila de Boane vão enfrentar restrições no abastecimento de água devido a uma avaria na Estação de Tratamento de Água de Umbelúzi.

Cidades moçambicanas vão enfrentar restrições de água devido a avaria em estação de tratamento

Cidades moçambicanas vão enfrentar restrições de água devido a avaria em estação de tratamento

As cidades moçambicanas de Maputo e Matola e a vila de Boane vão enfrentar restrições no abastecimento de água devido a uma avaria na Estação de Tratamento de Água de Umbelúzi.

As cidades moçambicanas de Maputo e Matola e a vila de Boane vão enfrentar restrições no abastecimento de água devido a uma avaria na Estação de Tratamento de Água de Umbelúzi, anunciou hoje fonte oficial.

“Esta redução irá perturbar o serviço de distribuição de água nas cidades, provocando o surgimento de focos de bolsas de falta de água”, lê-se numa nota da empresa Águas da Região de Maputo distribuída hoje à imprensa.

Na nota, a empresa adianta que uma equipa técnica foi destacada para resolver a avaria, que ocorreu durante a madrugada de hoje.

Nos últimos dois anos, a capital de Moçambique e Matola têm enfrentado com frequência restrições no fornecimento de água devido à seca que tem afetado o sul do país, o que provoca a redução dos níveis de água na barragem dos Pequenos Libombos.

A barragem dos Pequenos Libombos, a 50 quilómetros de Maputo, foi construída entre 1983 e 1987 e é a única fonte de água para a Estação de Tratamento de Água de Umbelúzi.

 

LEIA MAIS Preço da água em Lisboa aumenta para 85% dos clientes domésticos

Impala Instagram


RELACIONADOS