Caso real | «Sou obsessiva nas minhas relações e acabo por estragar sempre tudo»

Caso real. «Adoro ser o centro das atenções e que toda a gente repare na minha presença.»

Caso real | «Sou obsessiva nas minhas relações e acabo por estragar sempre tudo»

Caso real | «Sou obsessiva nas minhas relações e acabo por estragar sempre tudo»

Caso real. «Adoro ser o centro das atenções e que toda a gente repare na minha presença.»

Um caso real. «Desde pequena que quero que seja tudo à minha maneira. Sou muito egoísta e egocêntrica. Admito! Adoro ser o centro das atenções e que toda a gente repare na minha presença.

Não nego que sou assim! E sei que isso não me traz coisas positivas. Já tive muita gente a afastar-se de mim à conta disso,  inclusive namorados.

LEIA DEPOIS
Meteorologia: Previsão do tempo para sábado, 1 de fevereiro

«Desconfio e quero saber sempre onde anda a outra pessoa»

Não sou fácil de aturar. Chego a tornar-me obsessiva. Desconfio e quero saber sempre onde anda a outra pessoa ou o que anda a fazer. Isto não é mesmo saudável.

O máximo de tempo que estive com alguém foi sete meses. Ninguém me atura e confesso que às vezes nem eu me suporto a mim mesma. Já pensei em procurar ajuda para ultrapassar estes bloqueios, mas ainda não ganhei coragem.

Por um lado quero ser diferente, mas por outro não quero deixar de ser eu. Se mudar, perderei a minha essência, mas se não mudar, perderei tudo o que tenho à minha volta e jamais terei uma relação saudável. Seja ela de amizade ou de amor. Há alguém por aí que me entenda?

Conheça mais casos reais como este no nosso site Crescer.

LEIA MAIS
Jardim Zoológico vai ter evento noturno (com direito a jantar) no Dia dos Namorados

 

Impala Instagram


RELACIONADOS