Caso real: Mãe recusa-se a abortar bebé com deficiência e filho nasce perfeito

Kate Mckinney já era mãe de três filhas quando engravidou novamente, sem estar à espera.

Caso real: Mãe recusa-se a abortar bebé com deficiência e filho nasce perfeito

Caso real: Mãe recusa-se a abortar bebé com deficiência e filho nasce perfeito

Kate Mckinney já era mãe de três filhas quando engravidou novamente, sem estar à espera.

Este caso real revela a história de Kate Mckinney que já era mãe de três filhas quando engravidou novamente, sem estar à espera. Ela e o marido, Bobby, ficaram felizes por saber que a família ia aumentar, mas enfrentaram um grande desafio depois de descobrirem o sexo do bebé.

LEIA DEPOIS: «O meu filho inventa que está doente para não ir para a escola nova»

«Naquele dia, não só descobrimos que iríamos ter um menino, como também que o nosso bebé tinha um grave problema de saúde e precisávamos de consultar um especialista imediatamente», recordou Kate nas redes sociais. «A única informação que tivemos foi que havia líquido na parte de trás do pescoço dele que poderia ser várias coisas diferentes, mas nenhuma delas era boa. Nós saímos da consulta naquele dia completamente arrasados», acrescentou.

Caso real | «Não havia nenhuma hipótese»

Com 18 semanas de gestação, Kate consultou um médico especialista e soube que o líquido na parte de trás do pescoço era tanto que o bebé não iria conseguir sobreviver. «Não havia nenhuma hipótese. Explicaram-nos que ele poderia ter trissomia, um defeito estrutural ou os órgãos poderiam não conseguir desenvolver-se normalmente.»

Continue a ler este caso real aqui.

LEIA MAIS

 

Impala Instagram


RELACIONADOS