Cão-polícia foi dispensado por ser «muito fofinho»

O cão «não mostrava a aptidão necessária para uma vida na linha de frente», informou a Polícia em comunicado depois de ‘despedir’ o inadaptado agente canino.

Gavel, um cão-polícia da raça pastor alemão, teve um entrave na carreira profissional e, quiçá, na vida. O animal foi dispensado pela Academia de Polícia de Queensland, na Austrália, por ser «muito dócil e sociável com todas as pessoas». Incluindo «com pessoas estranhas». Ou seja, «não é capaz de enfrentar criminosos». O cão-polícia «não mostrava a aptidão necessária para uma vida na linha de frente», informaram as autoridades à comunicação social.

Cão-polícia abandona a força policial, mas enceta agora uma carreira na Política

No entanto, nem tudo ficou mal para Gavel. O cãozinho foi criado na residência oficial do governador da cidade de Queensland desde as seis semanas e a própria autarquia arranjou-lhe novo ’emprego’. Gavel é agora Gavel VRD (Vice-Regal Dog). Basicamente, o cão é agora uma figura oficial do Governo de Queensland e vive com a família na região. A população não resiste à simpatia do animal e o próprio Gavel agradece. O cão aparece em todas as fotos oficiais da família do governador e faz outras aparições públicas.

LEIA MAIS

Mulher traída vinga-se do marido com plano diabólico e vai parar a tribunal

Erasmo Carlos casa-se aos 77 anos com mulher de 28: «Gosto dele desde os meus 5 anos»

Previsão do tempo para quarta-feira, 9 de janeiro de 2019

Siga a Impala no Instagram

Impala Instagram


RELACIONADOS

Cão-polícia foi dispensado por ser «muito fofinho»

O cão «não mostrava a aptidão necessária para uma vida na linha de frente», informou a Polícia em comunicado depois de ‘despedir’ o inadaptado agente canino.