Bruno de Carvalho admite: «Fui mandado para o exílio»

O ex-presidente do Sporting foi entrevistado por Cristina Ferreira e a conversa começou sobre o desejo que tinha desde criança e a primeira tentativa falhada de chegar à liderança do clube, em 2011.

Bruno de Carvalho admite: «Fui mandado para o exílio»

Bruno de Carvalho admite: «Fui mandado para o exílio»

O ex-presidente do Sporting foi entrevistado por Cristina Ferreira e a conversa começou sobre o desejo que tinha desde criança e a primeira tentativa falhada de chegar à liderança do clube, em 2011.

Um dia depois de ser conhecido oficialmente que Bruno de Carvalho não se pode candidatar à presidência do Sporting nas eleições do próximo dia 8 de setembro, é revelada uma entrevista entre o antigo líder do clube de Alvalade e a apresentadora Cristina Ferreira. No início da conversa entre ambos, Bruno de Carvalho – visivelmente “confiante” – disse a Cristina Ferreira que pretendia mostrar “a pessoa, o cidadão Bruno de Carvalho”, mas a conversa tomou linhas incontornáveis dado aos acontecimentos que o Sporting viveu nos últimos anos.

LEIA MAIS: Bruno de Carvalho diz que vai a eleições apesar da suspensão de um ano

“Não sei se as pessoas alguma vez tiveram a verdadeira noção de quem estava por trás do presidente. Também nunca fiz questão”

A paixão pelo Sporting vem do avô que escreveu a “história e vida” do clube e ainda de toda a família que era sportinguista.

O Sporting trouxe “um lado mais sério” a Bruno de Carvalho, pessoa que se descreve como alguém que não leva as coisas muito a sério, mas sempre muito “focada” com “vontade de interagir”. Deixou a casa dos pais aos 21 anos e desde muito novo diz que procurou construir uma vida profissional que o levasse à ideia de ser presidente do Sporting.

LEIA MAIS: Bruno de Carvalho: «Nunca menti»

Aos 6 anos afirmava que iria chegar a esse cargo 40 anos depois, mas chegou aos 41 anos de idade. “Podia ter sido aos 39, mas fui colocado no exílio”, ironiza Bruno de Carvalho, fazendo alusão às polémicas eleições do Sporting em 2011. Apesar da tristeza que revelou ter sentido a Cristina, foi nessa altura em que o nome do agora ex-presidente do Sporting começa a ganhar atenção mediática em Portugal. “Errei ao nível da comunicação”, explica Bruno de Carvalho.

LEIA MAIS: Sporting: PGR confirma que Bruno de Carvalho «está a ser objeto de análise»

Impala Instagram


RELACIONADOS