Bruno de Carvalho perde a cabeça: «És um labrego criminoso e pedante»

Bruno de Carvalho arrasou Pereira Cristóvão, por causa de uma investigação do Ministério Público por movimentos ilícitos do presidente do Sporting na compra de Tanaka

Bruno de Carvalho perde a cabeça: «És um labrego criminoso e pedante»

Bruno de Carvalho arrasou Pereira Cristóvão, por causa de uma investigação do Ministério Público por movimentos ilícitos do presidente do Sporting na compra de Tanaka

Bruno de Carvalho, de 45 anos, perdeu a cabeça e deixou um comunicado nas redes sociais. No longo texto, Paulo Pereira Cristóvão, de 48 anos, ex-vice presidente do Sporting, é um dos viciados.

«Tu, ex-sócio Pereira, és um labrego criminoso e pedante, que tem meia dúzia de fãs na internet, que te fazem pensar ser o maior. Coloca aí no teu arquivo de treta: vais ser condenado outra vez, e desta vez não será por me teres roubado um relógio, ou depositado dinheiro na conta, mas sim pelas calúnias e difamações constantes.»

O referido comunicado surge após o Ministério Público ter aberto uma investigação a movimentos ilícitos de Bruno de Carvalho na compra do jogador Tanaka pelo Sporting. A investigação partiu de uma queixa de Paulo Pereira Cristóvão.

O “transbordar do copo” que levou à reação do presidente do Sporting prende-se com o mandato publicado pelo jornal Correio da Manhã, onde se prova que Bruno de Carvalho deu plenos poderes ao agente João Carlos Pinheiro.

«Em segundo lugar, mandatos não comprovam negócios nenhuns. O negócio foi feito com a BISC e o Kashiwa Reysol sem intervenção do agente João Pinheiro, e essa é a realidade, por muito que custe ao ex-sócio Pereira e ao director Ribeiro.»

O presidente dos leões refere-se ainda a Octávio Ribeiro, diretor do jornal, ofendendo-o. «tens cara de quem sofreu bullying toda a infância, julgas que és um grande homem. Já dizia o meu treinador sobre alguns jogadores e eu digo de ti: tens de nascer 10 vezes para um dia seres um homem a sério», escreve.

 

Leia o comunicado de Bruno de Carvalho na íntegra:

«A esperteza saloia do Octávio Ribeiro e seus muchachos do Correio da Manhã é equivalente a 1 neurónio. Costumavam ser os “porta-vozes da polícia” e agora começaram a ser de condenados… Sempre a descer até ficar ao nível do seu director: rasteiro!

Publicam este mandato como se tivessem descoberto ouro.

São tão idiotas que até ler lhes custa, com o ex-sócio e ex-preso Pereira a dar-lhes “baile”. Como diz o povo “albarda-se o burro à vontade do dono”.

Em primeiro lugar, o documento vem provar que o negócio sempre foi de 750 mil euros. Só este facto, a um jornalista a sério, retirava de imediato a credibilidade à “fonte”, já para não dizer que uma fonte que é um condenado e preso já devia ser suficiente, mas o lixo vive da sua variedade e, por isso, é preciso lançar muito para ver se algum ganha forma.

Em segundo lugar, mandatos não comprovam negócios nenhuns. O negócio foi feito com a BISC e o Kashiwa Reysol sem intervenção do agente João Pinheiro, e essa é a realidade, por muito que custe ao ex-sócio Pereira e ao director Ribeiro.

Ribeiro… cresce e aparece! Deram-te um brinquedo que foi o Correio da Manhã, e tu que tens cara de quem sofreu bullying toda a infância, julgas que és um grande homem. Já dizia o meu treinador sobre alguns jogadores e eu digo de ti: tens de nascer 10 vezes para um dia seres um homem a sério. Até lá és, e serás sempre, um verme que dirige um conjunto organizado de folhas que nem para fazer um rolo de papel higiénico serve.

Tenta outra vez! Só te enterras mais de cada vez!

E tu, ex-sócio Pereira, és um labrego criminoso e pedante, que tem meia dúzia de fãs na internet, que te fazem pensar ser o maior. Coloca aí no teu arquivo de treta: vais ser condenado outra vez, e desta vez não será por me teres roubado um relógio, ou depositado dinheiro na conta, mas sim pelas calúnias e difamações constantes. E já devias ter aprendido a lição: não estás acima da lei! Agora continua a fazer comunicados e a dar esses documentos maravilhosos ao Correio da Manhã pois assim o processo crime vai ficando mais organizado.»

 

A reação de Paulo Pereira Cristóvão

Paulo Pereira Cristóvão acabou por reagir através de comunicado, referindo que irá recorrer aos tribunais. O sportinguista que se demitiu de Vice-presidente do clube em junho de 2012, diz não ter sido notificado da sua expulsão enquanto sócio, aproveitando para fazer outra acusação a Bruno de Carvalho.

«O sportinguismo não se vê no cartão de sócio. Aliás, o próprio atual presidente esteve diversos anos sem pagar qualquer quota de associado e mesmo assim hoje é presidente.»

 

Leia o comunicado do ex-dirigente do Sporting na íntegra:

«1) Fui hoje notificado pela comunicação social de que havia sido expulso de sócio do clube do qual sou sócio há mais de 44 anos. Primeiramente quero esclarecer que não fui notificado do que quer que seja relativamente a esta matéria até porque, como é público, o processo em questão já havia prescrito há vários anos.

2) Não obstante, este conselho fiscal, de forma submissa ao presidente do conselho diretivo e ao arrepio da lei civil, terá decidido, curiosamente agora nestes dias, tornar pública uma decisão que pelos vistos já havia tomado há um mês atrás mas que concerteza estaria a aguardar melhores dias para ser divulgada.

3) Sobre isto cumpre-me referir que estou imensamente tranquilo quanto ao desfecho final, na justiça, que esta ilegal decisão irá merecer. Será nos tribunais civis que esta decisão ilegal será dirimida e anulada e será nos mesmos tribunais que irá ser solicitada a dissolução deste conselho fiscal que, ao arrepio das elementares leis do país, se deixou enredar numa teia de submissão a um homem, violando não somente os estatutos mas também aquilo que deveria ser a sua missão de fiscalizar a atividade da direcão. Não o fazendo e com isso compactuando com o que está a ocorrer, impõe-se a sua dissolução com eleições para esse órgão no mais breve espaço temporal possível. Um conselho fiscal que devidamente advertido da prescrição do ato disciplinar, continua como se tudo estivesse dentro da legalidade, é um conselho disciplinar que tem que se demitir ou ser demitido. E será isso que irá acontecer.

4) O sportinguismo não se vê no cartão de sócio. Aliás, o próprio atual presidente esteve diversos anos sem pagar qualquer quota de associado e mesmo assim hoje é presidente. O sportinguismo é um estado de alma que nos acompanha pela vida e não são aqueles que pontualmente estão em funções que lhes permitem ter poder para tal, que definem quem é ou deixa de sentir o Sporting.

5) Por fim quero ainda referir que não é expulsando um sócio que conseguirão tapar o que deve ser destapado, nomeadamente as graves situações que estão a ser levadas a cabo por quem se julga dono do clube e faz dele o seu único modo de vida. Os mesmos que recorrendo à mais baixa ordinarice, que revela afinal quem realmente são, terão que responder na justiça, agora não por violência doméstica, mas sim por outros factos igualmente graves e lesivos dos superiores interesses do Sporting Clube de Portugal.

O Sporting são os sportinguistas, não os que se servem do sportinguismo.

Lisboa, 10 de Novembro de 2017»

 

Leia mais notícias:

Em fase terminal, João Ricardo é enganado pelos amigos
Em fase terminal, João Ricardo é enganado pelos amigos
Sara Matos invade bastidores da TVI e surpreende o namorado Pedro Teixeira
Sara Matos invade bastidores da TVI e surpreende o namorado Pedro Teixeira
Cláudio Ramos revoltado com a TVI por causa de Rita Ribeiro: «Acho uma péssima ideia»
Cláudio Ramos revoltado com a TVI por causa de Rita Ribeiro: «Acho uma péssima ideia»
Biggest Deal chega ao fim este sábado e TVI anuncia Casa dos Segredos 7
Biggest Deal chega ao fim este sábado e TVI anuncia Casa dos Segredos 7

Impala Instagram


RELACIONADOS