Britânico condenado por espionagem em Abu Dhabi vai ser libertado

Britânico condenado por espionagem em Abu Dhabi vai ser libertado

Os Emirados Árabes Unidos concederam perdão ao académico britânico Matthew Hedges, que tinha sido condenado a uma pena de prisão perpétua por espionagem depois de ter confessado ser oficial do MI-6.

O britânico vai ser libertado pelas autoridades de Abu Dhabi, a capital dos Emirados Árabes Unidos, assim que os procedimentos burocráticos forem concluídos.

A decisão foi anunciada depois de ter sido exibido em conferência de imprensa — sem direito a perguntas – um registo vídeo em que Matthew Hedges confessou que é “capitão dos serviços de informações britânicos”.

Hedges foi condenado a prisão perpétua na semana passada, o que provocou de imediato uma série de pressões políticas internacionais contra Abu Dhabi.

No anúncio da libertação do britânico, o Presidente dos Emirados Árabes Unidos, Khalifa bin Zayed Al Nahyan, refere que decidiu deixar sair em liberdade Matthew Hedges assim como “centenas de outros prisioneiros”.

LEIA MAIS: Turquia acusa Donald Trump de querer fechar os olhos à morte do jornalista

Nas imagens que foram mostradas na conferência de imprensa, Hedges, 31 anos, doutorado em Estudos do Médio Oriente pela Universidade de Durham, disse que é “capitão do MI-6 (serviços secretos britânicos)”.

As autoridades do emirado não autorizaram os jornalistas presentes na conferência de imprensa a gravar ou divulgar o vídeo da confissão.

 

Siga a Impala no Instagram

Impala Instagram


RELACIONADOS

Britânico condenado por espionagem em Abu Dhabi vai ser libertado

Os Emirados Árabes Unidos concederam perdão ao académico britânico Matthew Hedges, que tinha sido condenado a uma pena de prisão perpétua por espionagem depois de ter confessado ser oficial do MI-6.