Balanço oficial aponta para pelo menos 48 mortos na Indonésia após sismos e tsunami

Balanço oficial aponta para pelo menos 48 mortos na Indonésia após sismos e tsunami

Pelo menos 48 pessoas morreram na Indonésia após um tsunami e dois terramotos de magnitude 6,1 e 7,5 terem atingido na sexta-feira a ilha de Celebes.

Palu, Indonésia, 29 set (Lusa) – Pelo menos 48 pessoas morreram na Indonésia após um tsunami e dois terramotos de magnitude 6,1 e 7,5 terem atingido na sexta-feira a ilha de Celebes, informaram hoje as autoridades.

Os quatro hospitais da cidade de Palu, no centro de Celebes, registaram 48 mortos e centenas de feridos, segundo o porta-voz da Agência Nacional de Gestão de Desastres.

Sutopo Purwo Nugroho referiu que há ainda “muitas vítimas” por contabilizar.

O alvorecer revelou um litoral devastado no centro de Celebes (Sulawesi, em indonésio), onde um tsunami de três metros de altura, desencadeado por um terramoto de magnitude 7,5 atingiu duas cidades (Palu e Donggala) e várias povoações.

Palu, a capital da província de Celebes, onde vivem 380 mil pessoas, estava repleta de escombros. Uma mesquita fortemente danificada pelo terramoto estava parcialmente submersa. Um centro comercial da cidade foi completamente destruído.

A cidade é construída em torno de uma baía estreita que aparentemente ampliou a força das águas do tsunami enquanto estas corriam para a sua apertada entrada.

Um repórter da agência de notícias France-Presse viu corpos parcialmente cobertos por lonas e um homem a carregar uma criança morta, através dos destroços.

Na cidade vizinha de Donggala, uma grande ponte com arcos amarelos que atravessavam um rio costeiro, desmoronou.

A TV indonésia mostrou um vídeo filmado através de um telemóvel no qual se vê de uma forte onda que atingiu Palu ao entardecer, com pessoas a gritar e a correr, assustadas.

Os municípios de Palu e Donggala, na ilha de Celebes, foram aqueles que sofreram maior impacto do sismo e do tsunami que destruíram também as comunicações e a rede elétrica.

Técnicos de telecomunicações e transporte aéreo chegaram nesta manhã num helicóptero militar ao aeroporto Mutiara de Palu, que foi fechado na sexta-feira, depois de ter sido danificado pelo terramoto, disse Sutopo Purwo Nugroho.

Dois sismos abalaram a ilha indonésia de Celebes, com magnitudes de 6,1 e 7,5.

O sismo mais forte, às 18:02 locais (11:02 em Lisboa), de sexta-feira, ocorreu a uma profundidade de 10 quilómetros, e a 56 quilómetros a nordeste de Donggala, na ilha de Celebes, segundo o centro geológico norte-americano (USGS, na sigla em inglês).

A Indonésia é frequentemente afetada por sismos por se encontrar no “Anel de Fogo do Pacífico”, um círculo de vulcões e falhas sísmicas na bacia do Pacífico.

Os terramotos que assolaram a ilha indonésia de Lombok no final de julho e em agosto já tinham causado pelo menos 555 mortos e cerca de 1.500 feridos.

A ilha turística perto de Bali, no sul da Indonésia, foi atingida por dois fortes terramotos a 29 de julho e a 05 de agosto, seguidos por réplicas, e de um novo sismo de magnitude 6,9?a 19 de agosto.

Em dezembro de 2004, um sismo de magnitude 9,1 ao largo de Sumatra, no oeste da Indonésia, provocou um tsunami que matou 230 mil pessoas numa dezena de países.

JMC (FPA) // JMC

By Impala News / Lusa

Siga a Impala no Instagram

Impala Instagram


RELACIONADOS

Balanço oficial aponta para pelo menos 48 mortos na Indonésia após sismos e tsunami

Pelo menos 48 pessoas morreram na Indonésia após um tsunami e dois terramotos de magnitude 6,1 e 7,5 terem atingido na sexta-feira a ilha de Celebes.