Bahrain restabelece cidadania a 551 pessoas que tinham sido condenadas

O sultão do Bahrain restabeleceu hoje a cidadania a 551 pessoas que tinham sido condenadas e a quem tinha sido retirada a nacionalidade numa série de julgamentos realizados durante a repressão a dissidentes políticos

Bahrain restabelece cidadania a 551 pessoas que tinham sido condenadas

Bahrain restabelece cidadania a 551 pessoas que tinham sido condenadas

O sultão do Bahrain restabeleceu hoje a cidadania a 551 pessoas que tinham sido condenadas e a quem tinha sido retirada a nacionalidade numa série de julgamentos realizados durante a repressão a dissidentes políticos

Não foram dadas explicações para a decisão do sultão Hamad bin Isa Khalifa, além de dizer que ele tinha a decisão final em tais casos.

O Bahrain tem enfrentado críticas internacionais generalizadas depois de a monarquia sunita ter esmagado uma revolta, durante a Primavera Árabe de 2011 que era apoiada pela maioria xiita do país.

A minúscula ilha ao largo da costa da Arábia Saudita tem enfrentado alguma agitação desde essa altura, o que as autoridades atribuem ao Irão.

“A análise e avaliação da situação dos condenados devem basear-se em critérios relativos à gravidade, impacto e conseqüências dos crimes, bem como sobre o perigo que o condenado pode representar para a segurança nacional “, disse a agência de notícias estatal do Bahrain, ao anunciar a decisão do rei.

As autoridades anunciarão os nomes dos que voltaram a obter cidadania mais tarde.

Na semana passada, 138 pessoas perderam a cidadania num julgamento em massa.

O Instituto de Direitos e Democracia do Bahrein disse então que o veredicto elevou para 990 o número de pessoas que perderam a nacionalidade desde 2012.

RCR // PJA

By Impala News / Lusa

Impala Instagram


RELACIONADOS