Autoridades espanholas retiram narcosubmarino da ria de Aldán

O submergível utilizado para transportar cocaína e fundeado no domingo na ria da Aldán, Galiza, foi rebocado e içado para um cais onde as autoridades espanholas vão proceder às primeiras investigações.

Autoridades espanholas retiram narcosubmarino da ria de Aldán

Autoridades espanholas retiram narcosubmarino da ria de Aldán

O submergível utilizado para transportar cocaína e fundeado no domingo na ria da Aldán, Galiza, foi rebocado e içado para um cais onde as autoridades espanholas vão proceder às primeiras investigações.

A embarcação foi içada durante as últimas horas, numa operação coordenada pelos especialistas da Guardia Civil e do Serviço de Vigilância Aduaneira.

Até ao momento foi possível confirmar que o submergível utilizado pelos narcotraficantes mede 20 metros e que no interior, segundo as autoridades, se encontra uma quantidade de droga que pode ultrapassar os cem milhões de euros depois de traficada.

Para retirar a embarcação da ria de Aldán foram utilizadas duas gruas de grande dimensão, depois de várias tentativas falhadas que decorreram na segunda-feira.

As autoridades espanholas vão agora analisar o carregamento e tentar estabelecer ligações entre as organizações criminosas e o “narcosubmarino”.

Fontes policiais disseram à agência EFE que as suspeitas recaem sobre três organizações de narcotraficantes, as quais detêm capacidade económica e logística para utilizar um meio de transporte como o submergível cuja construção deve ter custado mais de dois milhões de euros.

PSP

By Impala News / Lusa

Impala Instagram


RELACIONADOS