“Vitalina Varela” venceu três prémios no festival Cine de Mar del Plata na Argentina

O filme português “Vitalina Varela” venceu os prémios de Melhor Realizador, Melhor Ator e Melhor Direção de Fotografia, da Competição Internacional, do Festival Internacional de Cine de Mar del Plata, na Argentina.

“Vitalina Varela” venceu três prémios no festival Cine de Mar del Plata na Argentina

O filme português “Vitalina Varela” venceu os prémios de Melhor Realizador, Melhor Ator e Melhor Direção de Fotografia, da Competição Internacional, do Festival Internacional de Cine de Mar del Plata, na Argentina.

O prémio de Melhor Realizador foi atribuído a Pedro Costa, ex-aequo com realizadora alemã Angela Schanelec (por “I was at home but”), o de Melhor Ator a Ventura e o de Melhor Direção de Fotografia a Leonardo Simões, de acordo com informação disponível no site oficial do festival cuja 34.ª edição começou no dia 08 de novembro e termina no domingo, na cidade costeira de Mar del Plata, a sul de Buenos Aires.

O prémio de Melhor Longa-Metragem da Competição Internacional foi atribuído a “Lo que arde”, do espanhol Oliver Lax, filme que venceu ainda na categoria de Melhor Argumento.

“Vitalina Varela”, que chegou a 31 de outubro aos cinemas portugueses, no circuito comercial, cineclubes e auditórios municipais, parte da história de uma mulher cabo-verdiana que viveu grande parte da vida à espera de ir ter com o marido, Joaquim, emigrado em Portugal.

Pedro Costa conheceu Vitalina Varela quando rodava o filme anterior, “Cavalo Dinheiro”, acabando por incluir parte da história dela na narrativa e dando-lhe agora protagonismo na nova obra cinematográfica.

O filme de Pedro Costa teve estreia mundial em agosto passado, no Festival de Cinema de Locarno, na Suíça, onde arrecadou os principais prémios do certame, os prémios Leopardo de Ouro e Leopardo de melhor interpretação feminina para a protagonista, que dá nome ao filme.

Em outubro, o filme conquistou também o Silver Hugo, prémio do júri do Festival de Cinema de Chicago, nos Estados Unidos, e o grande prémio do Festival de Cinema de La Roche-su-Yon, em França.

O filme está já selecionado para o Festival Internacional de Cinema de Roterdão 2020, que decorrerá de 22 de janeiro a 02 de fevereiro na Holanda, onde integrará a secção Deep Focus.

JRS (SS) // ANP

By Impala News / Lusa

Impala Instagram


RELACIONADOS