Vírus | Jovem deficiente com familiares de quarentena morre sozinho em casa

Yan Cheng ficou seis dias sozinho em casa. Vivia com o pai e o irmão, ambos isolados num hospital em Hubei com suspeita de estarem infectados com coronavírus.

Vírus | Jovem deficiente com familiares de quarentena morre sozinho em casa

Vírus | Jovem deficiente com familiares de quarentena morre sozinho em casa

Yan Cheng ficou seis dias sozinho em casa. Vivia com o pai e o irmão, ambos isolados num hospital em Hubei com suspeita de estarem infectados com coronavírus.

Um jovem chinês de 17 anos morreu ontem após ter sido deixado sozinho em casa enquanto a família ficou isolada num hospital de Hubei, na China. O rapaz sofria de deficiência.

Segundo o jornal Beijing Youth Daily, de Pequim, Yan Cheng ficou seis dias sozinho em casa. Vivia com o pai e o irmão, ambos isolados num hospital em Hubei com suspeita de estarem infectados com coronavírus.

LEIA DEPOIS Vírus: Avião que saiu de Beja foi fretado por França e vai buscar pelo menos 133 europeus

As informações iniciais dão conta de que Yan ficou sem comer, beber, e sem fazer higiene pessoal.  Sem poder sair da quarentena, o pai publicou mensagens a pedir ajuda na rede social Weibo.

“Tenho dois filhos deficientes. O meu filho mais velho, Yan Cheng, tem paralisia cerebral. Ele não se mexe, ele não pode falar ou cuidar de si mesmo. Já está em casa sozinho há seis dias, sem ninguém para lhe dar banho, sem nada para comer ou beber”, escreveu.

As autoridades da vila visitaram Cheng, mas só o alimentaram duas vezes durante os seis dias que ficou sozinho, refere o jornal The Guardian.

Yan ainda foi visitado por uma tia mas ela própria estava doente e só apareceu uma vez.

O epicentro da epidemia do novo coronavírus (2019mCov) está localizado na cidade de Wuhan, na República Popular da China, país onde já há 170 mortos sendo que mais de 7.700 pessoas se encontram infetadas.

Além da China e dos territórios chineses de Macau e Hong Kong, há pelos menos 50 casos confirmados do novo coronavírus em 18 outros países – na Tailândia, Japão, Coreia do Sul, Taiwan, Singapura, Vietname, Nepal, Malásia, Estados Unidos, Canadá, França, Alemanha, Austrália, Finlândia, Emirados Árabes Unidos, Camboja, Filipinas e Índia.

LEIA MAIS Coronavírus no cruzeiro. Testes preliminares voltam negativos

Texto: Marta Amorim | Fotos: DR

Impala Instagram


RELACIONADOS