Universidade Portucalense atribuiu título ‘Honoris Causa’ ao PR de Cabo Verde

A Universidade Portucalense – Infante D. Henrique, no Porto, atribuiu hoje o título ‘Honoris Causa’ ao Presidente da República de Cabo Verde, Jorge Carlos Fonseca, pelo seu “notável currículo e intervenção em diferentes áreas”.

Universidade Portucalense atribuiu título 'Honoris Causa' ao PR de Cabo Verde

Universidade Portucalense atribuiu título ‘Honoris Causa’ ao PR de Cabo Verde

A Universidade Portucalense – Infante D. Henrique, no Porto, atribuiu hoje o título ‘Honoris Causa’ ao Presidente da República de Cabo Verde, Jorge Carlos Fonseca, pelo seu “notável currículo e intervenção em diferentes áreas”.

“É uma distinção que sabe bem porque nos sentimos reconfortados e estimulados a desempenhar o papel de Presidente da República da melhor maneira possível sabendo, contudo, que faltam cinco meses para acabar o meu segundo mandato, não podendo ser reeleito”, afirmou Carlos Fonseca, à saída da cerimónia.

Rodeado de pessoas que o quiseram cumprimentar e felicitar, o chefe de Estado cabo-verdiano assumiu-se como “beijoqueiro e Presidente dos afetos que percorre todas as aldeias, localidades e municípios”.

“Quando me candidatei a Presidente da República em 2011 candidatei-me com o ‘slogan’ Presidente junto das pessoas, estilo de intervenção que manterei até ao fim do meu mandato, ainda que com restrições devido à pandemia de covid-19”, referiu.

Confrontado, em tom de brincadeira, com as semelhanças ao “estilo” de Marcelo Rebelo de Sousa, seu homólogo português, Jorge Carlos Fonseca atirou: “Sou mais antigo, comecei primeiro”.

Na justificação da atribuição do título ‘Honoris Causa’ ao chefe de Estado cabo-verdiano, a universidade referiu tratar-se de “um insigne estadista, distinto jurista nas áreas de Direito Penal, Processual Penal e Constitucional, reconhecido professor universitário e relevante Homem da Cultura”.

No campo político, a instituição destacou “a sua longa ação em defesa da independência dos povos, desde logo e em primeiro lugar do povo de Cabo Verde, da democracia e da cooperação internacional”.

Presidente da República desde 2011, Jorge Carlos de Almeida Fonseca tem exercido “vasta atividade docente em universidades e outras instituições”, sublinhou.

A Universidade Portucalense realçou ainda, no seu currículo, a atribuição do Grande Colar da Ordem da Liberdade, pelo Estado Português, em 10 de abril de 2017, e o título de Doutor ‘Honoris Causa’ pela Universidade de Lisboa, em 23 de novembro de 2017.

“É um amigo de Portugal, e a sua ação tem sido da maior relevância para impulsionar as relações entre Cabo Verde e Portugal, em particular as relações a nível da educação superior”, vincou a universidade.

SVF // LFS

By Impala News / Lusa

Impala Instagram


RELACIONADOS