UNICEF alerta para milhões de crianças afetadas pelas monções no sul da Ásia

As chuvas que têm provocado destruição de casas no Nepal, Índia e Bangladesh afetaram, pelo menos, cinco milhões de crianças e causaram a morte a quase 100.

UNICEF alerta para milhões de crianças afetadas pelas monções no sul da Ásia

UNICEF alerta para milhões de crianças afetadas pelas monções no sul da Ásia

As chuvas que têm provocado destruição de casas no Nepal, Índia e Bangladesh afetaram, pelo menos, cinco milhões de crianças e causaram a morte a quase 100.

Nova Deli, 18 jul 2019 (Lusa) — As chuvas que têm provocado destruição de casas no Nepal, Índia e Bangladesh afetaram, pelo menos, cinco milhões de crianças e causaram a morte a quase 100, alertou hoje o Fundo das Nações Unidas para a Infância (UNICEF).

“Milhões de crianças têm visto as suas vidas transtornadas pelas chuvas torrenciais, inundações e deslizamentos de terra”, afirmou, em comunicado, o diretor regional da UNICEF para o sul da Ásia, Jean Gough.

Nestes países, pelo menos 93 crianças foram mortas por causa das chuvas, de acordo com os dados da organização internacional.

Depois de mais de uma semana de chuvas torrenciais, a UNICEF estima que “mais de 12 milhões de pessoas, incluindo cinco milhões de crianças, foram afetadas”.

À medida que as chuvas do período de monções continuam, “esses números provavelmente aumentarão”, advertiu o responsável.

O maior número de vítimas é na Índia, com mais de 10 milhões de pessoas, entre elas 4,3 milhões de crianças, principalmente nos Estados de Bihar, partes de Uttar Pradesh, no norte do país, Assam e outros Estados do nordeste.

No Nepal, a organização estima que 68.666 pessoas foram deslocadas pelas chuvas, incluindo perto de 29 mil crianças.

Na região dos Himalaias, “morreram 88 pessoas, 47 crianças (15 raparigas e 32 rapazes), 31 pessoas estão desaparecidas e 41 feridas”, indicou Gough.

As regiões centro e sudeste do Bangladesh têm sido as mais afetadas, com mais de 2 milhões de pessoas desalojadas pelas enchentes, incluindo 700.510 crianças.

Estes incidentes meteorológicos são comuns no sul da Ásia na época de mais intensidade das chuvas de monção, entre julho e agosto, quando costumam deixar centenas de mortos e milhões de afetados na região.

AXYG // EL

By Impala News / Lusa

Impala Instagram


RELACIONADOS