Um milhão de deslocados e pelo menos nove mortos no Bangladesh devido a ciclone

Pelo menos nove pessoas morreram o sul do Bangladesh devido ao ciclone Sitrang e cerca de um milhão de pessoas foram deslocadas das zonas baixas durante a noite, disseram hoje as autoridades.

Um milhão de deslocados e pelo menos nove mortos no Bangladesh devido a ciclone

Um milhão de deslocados e pelo menos nove mortos no Bangladesh devido a ciclone

Pelo menos nove pessoas morreram o sul do Bangladesh devido ao ciclone Sitrang e cerca de um milhão de pessoas foram deslocadas das zonas baixas durante a noite, disseram hoje as autoridades.

“Nove pessoas morreram, na sua maioria devido à queda de árvores, incluindo três membros da mesma família no distrito de Cumilla”, disse à agência de notícias France-Presse (AFP) fonte oficial do Governo.

Chuvas fortes caíram em grande parte do país, inundando as cidades de Daca, Khulna e Barisal, acrescentou.

As autoridades já tinham retirado “cerca de um milhão de pessoas” das áreas baixas, ilhas e margens de rios para milhares de abrigos em edifícios onde passaram a noite, disse à AFP o secretário do Ministério de Gestão de Catástrofes, Kamrul Ahsan.

O Bangladesh, um país de cerca de 170 milhões de pessoas, tem sido classificado entre os países mais afetados por acontecimentos climáticos extremos desde a viragem do século, de acordo com a ONU.

Os cientistas dizem que o aquecimento global é suscetível de tornar os ciclones mais intensos e frequentes nos países do Sul da Ásia que fazem fronteira com a Baía de Bengala, mas os procedimentos de evacuação também melhoraram muito graças a previsões mais precisas.

Em 2020, o ciclone Amphan, o segundo “super ciclone” de maior impacto jamais registado na Baía de Bengala, causou mais de 100 mortos no Bangladesh e na Índia e afetou vários milhões de pessoas.

JMC // VM

By Impala News / Lusa

Impala Instagram


RELACIONADOS