Um homem de 86 anos morreu vítima de gripe A

Um homem de 86 anos morreu hoje em Macau vítima de gripe A, encontrando-se ainda duas pessoas hospitalizadas, entre as quais uma criança de quatro anos em estado grave, anunciaram os Serviços de Saúde em comunicado.

Um homem de 86 anos morreu vítima de gripe A

Um homem de 86 anos morreu vítima de gripe A

Um homem de 86 anos morreu hoje em Macau vítima de gripe A, encontrando-se ainda duas pessoas hospitalizadas, entre as quais uma criança de quatro anos em estado grave, anunciaram os Serviços de Saúde em comunicado.

A vítima mortal foi diagnosticada com gripe no dia 26 de dezembro de 2018 na China continental “mas a sua situação não melhorou, até ao dia 04 de janeiro, altura em que o paciente recorreu ao serviço de urgência do Centro Hospitalar Conde de São Januário”, em Macau, lê-se no comunicado das autoridades.

Em relação às duas pessoas hospitalizadas, um homem também com 86 anos e uma criança, os serviços de saúde afirmaram que nenhum dos dois foi vacinado.

“O estado clínico do homem de 86 anos [hospitalizado] é considerado estável e o menino de quatro anos encontra-se em estado grave”, explicaram.

Os Serviços de Saúde de Macau (SSM) administraram já cerca de 120 mil das 150 mil doses da vacina da gripe, encomendadas para o ‘pico’ da doença este inverno, indicou hoje o porta-voz dos serviços.

Além das 30 mil doses ainda disponíveis, os SSM efetuaram ainda uma encomenda adicional de 20 mil doses da vacina, disse Vítor Moutinho à Lusa. Este ‘pico’ da doença pode prolongar-se por três meses.

De acordo com um comunicado dos SSM, entre 24 de setembro passado e a última segunda-feira foram vacinadas 118.881 pessoas, um aumento de 23%, dado que no período homólogo do ano passado foram vacinadas 97.058 pessoas.

Na segunda-feira, as autoridades indicaram que só em dezembro último foram registados 11 casos de infeção coletiva de gripe, que afetaram pelo menos 165 pessoas, referiu a mesma nota.

Na primeira semana deste ano, a taxa de ocupação das camas no único hospital público do território, Centro Hospitalar Conde São Januário, rondava os 94%, mas os SSM garantiram dispor de camas suficientes naquela unidade de saúde para dar resposta aos casos de gripe neste inverno.

Desde setembro, Macau registou 14 casos de gripe críticos complicados com pneumonia e destes cerca de 80% não tinham administrado a vacina anti-gripal, segundo as autoridades.

 

 

Impala Instagram


RELACIONADOS