Ucrânia pede inscrição de Odessa na Lista do Património Mundial da UNESCO

A Ucrânia anunciou hoje que vai solicitar a inscrição do centro histórico de Odessa, conhecido pela sua arquitetura e “afetado por bombardeamentos” russos, na Lista do Património Mundial da UNESCO, segundo um comunicado da organização da ONU.

Ucrânia pede inscrição de Odessa na Lista do Património Mundial da UNESCO

Ucrânia pede inscrição de Odessa na Lista do Património Mundial da UNESCO

A Ucrânia anunciou hoje que vai solicitar a inscrição do centro histórico de Odessa, conhecido pela sua arquitetura e “afetado por bombardeamentos” russos, na Lista do Património Mundial da UNESCO, segundo um comunicado da organização da ONU.

O ministro ucraniano da Cultura e Informação, Oleksandr Tkachenko, foi recebido hoje pela diretora-geral da UNESCO, Audrey Azoulay, na sede da organização em Paris, e anunciou que a Ucrânia vai pedir o registo do centro histórico “reconhecido a nível nacional” de Odessa.

“Odessa está em perigo neste momento. Estamos a ver bombardeamentos frequentes”, disse à agência de notícias France-Presse (AFP) Tkachenko.

“Se fechar os olhos e imaginar bairros de Paris, Nice ou Marselha, então pode imaginar Odessa, que também é uma cidade costeira e cujos arquitetos eram principalmente de França e Itália. O plano do centro histórico é realmente único e muito europeu, com muitas avenidas rodeadas de árvores e muitos monumentos em homenagem à história da Ucrânia”, prosseguiu o governante.

A cidade portuária do mar Negro, famosa principalmente pelas suas escadarias monumentais, é um ponto estratégico no conflito russo-ucraniano e foi bombardeada várias vezes pelas forças russas.

“Em 24 de julho de 2022, parte do grande telhado de vidro e janelas do Museu de Belas Artes, inaugurado em 1899, foi destruído”, sublinhou a Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura.

De acordo com a Unesco, já foram mobilizados “especialistas internacionais” para darem apoio técnico à Ucrânia para que a “candidatura seja analisada pelos Estados-membros do Comité do Património Mundial”.

“Também vai ser recomendado ao Comité do Património Mundial incluir os sítios do Património Mundial localizados em Kiev e Lviv, que também estão ameaçados, na Lista do Património Mundial em Perigo”, indicou.

A inscrição na Lista do Património Mundial “provavelmente vai evitar mais bombardeamentos em Odessa”, apontou Tkachenko.

“É um gesto importante e um reconhecimento da importância do centro histórico de Odessa” que faz parte “não só do património ucraniano, mas também do património mundial”, julgou.

Azoulay, por seu lado, anunciou que o organismo da ONU vai reforçar o seu sistema de apoio à cidade ucraniana, com o “financiamento da reparação dos danos desde o início da guerra ao Museu de Belas Artes e ao Museu de Arte Moderna” e o “apoio à digitalização de pelo menos 1.000 obras de arte”.

Durante o seu mandato, a UNESCO já implementou medidas de emergência na Ucrânia e mobilizou “quase sete milhões de dólares [cerca de 6,9 milhões de euros], concedeu ajuda e disponibilizou especialistas para apoiar os profissionais na área”.

JML // MSP

By Impala News / Lusa

Impala Instagram


RELACIONADOS