Ucrânia diz que 198 pessoas foram mortas desde o início da invasão russa

O número de vítimas mortais desde que começou a invasão russa da Ucrânia, na 5.ª-feira, ascende a 198, incluindo três crianças, e mais de 1.100 feridos – ministro da Saúde ucraniano.

Ucrânia diz que 198 pessoas foram mortas desde o início da invasão russa

O número de vítimas mortais desde que começou a invasão russa da Ucrânia, na 5.ª-feira, ascende a 198, incluindo três crianças, e mais de 1.100 feridos – ministro da Saúde ucraniano.

O número de vítimas mortais desde que começou a invasão russa da Ucrânia, na quinta-feira, ascende a 198, incluindo três crianças, havendo ainda a contabilizar mais de 1.100 feridos, segundo o ministro da Saúde ucraniano, Viktor Lyashko. “Infelizmente, de acordo com os dados operacionais, 198 pessoas morreram às mãos dos invasores, incluindo três crianças, e 1.115 ficaram feridas, incluindo 33 crianças”, escreveu o ministro Viktor Lyashko numa mensagem publicada no Facebook.

LEIA TAMBÉM
Milhares de ucranianos atravessam a fronteira e entram na Roménia

A Rússia lançou na quinta-feira de madrugada uma ofensiva militar na Ucrânia, com forças terrestres e bombardeamento de alvos em várias cidades. O Presidente russo, Vladimir Putin, disse que a “operação militar especial” na Ucrânia visa “desmilitarizar e ‘desnazificar'” o seu vizinho e que era a única maneira de o país se defender, precisando o Kremlin que a ofensiva durará o tempo necessário, dependendo de seus “resultados” e “relevância”. O ataque foi condenado pela generalidade da comunidade internacional e motivou reuniões de emergência de vários governos, incluindo o português, e da Organização do Tratado do Atlântico Norte (NATO), UE e Conselho de Segurança da ONU, tendo sido aprovadas sanções em massa contra a Rússia.

Impala Instagram


RELACIONADOS