Triciclo leva a Barcelos concertos de Rui Reininho, Putan Club e Glockenwise

Rui Reininho, o duo franco-italiano Putan Club e os barcelenses Glockenwise são alguns dos nomes do cartaz para o último trimestre de 2022 do Triciclo, um ciclo de concertos itinerante promovido pela Câmara de Barcelos, foi hoje anunciado.

Triciclo leva a Barcelos concertos de Rui Reininho, Putan Club e Glockenwise

Triciclo leva a Barcelos concertos de Rui Reininho, Putan Club e Glockenwise

Rui Reininho, o duo franco-italiano Putan Club e os barcelenses Glockenwise são alguns dos nomes do cartaz para o último trimestre de 2022 do Triciclo, um ciclo de concertos itinerante promovido pela Câmara de Barcelos, foi hoje anunciado.

Em comunicado, aquele município do distrito de Braga acrescenta que o Triciclo levará também a Barcelos a jovem banda Ocenpsiea, que percorre caminhos entre o jazz e o hip-hop, e o duo de cordas Colectores, que junta os instrumentos de cordas do músico português Pedro João (cavaquinho) e do italiano Doc Rossi (mandocello).

Os concertos terão como palcos o Paço dos Condes de Barcelos, a Igreja do Terço, a sede da Junta de Freguesia de Barcelinhos e o Theatro Gil Vicente.

A abrir a programação, a 07 de outubro, o duo franco-italiano Putan Club apresenta-se ao vivo no Paço dos Condes, num concerto que marca o regresso a Portugal daquela banda.

Já a 20 de outubro, a Igreja do Terço recebe o duo de cordas Coletores.

No dia 04 de novembro, o Triciclo atravessa para a margem esquerda do Cávado e apresenta, na sede da Junta de Freguesia de Barcelinhos, os Glockenwise, num concerto que servirá de pré-apresentação do novo disco da banda barcelense, que irá ser lançado no início de 2023.

A noite termina ao som do ‘dj set’ da dupla Raio de Sol, composta por André Simão e Tiago Lopes.

No dia 02 de dezembro, será a vez de subir ao palco Rui Reininho, o vocalista dos GNR.

O concerto terá em palco ouras figuras ligadas aos GNR, como Paulo Borges (sintetizadores) e Alexandre Soares (guitarra elétrica), enquanto o barcelense Pedro Oliveira será o responsável pela bateria e percussões.

O ciclo de concertos encerra no Theatro Gil Vicente, a 16 de dezembro, com a jovem banda Ocenpsiea, que percorre caminhos entre o jazz e o hip-hop, estando a promover o seu trabalho “Oceano-Mar” (2021).

Ao abrigo do programa de serviço educativo do Triciclo, quatro artistas barcelenses vão desenvolver uma residência artística com a associação local Amar 21 – Associação de Apoio à Trissomia 21 e Outras Perturbações do Neurodesenvolvimento.

“O objetivo passa por abordar as expressões artísticas como um caminho que ajude as crianças com necessidades educativas especiais a vivenciar diferentes formas de expressão. Serão valorizadas as suas experiências, capacidades e modos de expressão únicos e pessoais, com o intuito de romper barreiras e permitir que ultrapassem os seus limites”, explica o comunicado.

A residência artística será orientada pelos barcelenses Tiago Rosendo, Patrícia Sousa, Ricardino Lomba e Ricardo Falcão, tendo a apresentação ao vivo sido marcada para 19 de novembro, no Theatro Gil Vicente.

VCP // JAP

By Impala News / Lusa

Impala Instagram


RELACIONADOS