Três feridos graves e rapaz de 20 anos morto em despiste de autocarro em Nisa

Três feridos graves e rapaz de 20 anos morto em despiste de autocarro em Nisa

Três pessoas ficaram feridas com gravidade depois de o autocarro onde seguiam se ter despistado no concelho de Nisa, Portalegre, e foram para o hospital de Portalegre e de Abrantes.

Lisboa, 08 abr (Lusa) — Três pessoas ficaram feridas com gravidade depois de o autocarro onde seguiam se ter despistado no concelho de Nisa, distrito de Portalegre, e foram transportadas para o hospital de Portalegre e de Abrantes, segundo a Proteção Civil.

O despiste ocorreu no Itinerário Principal 2 (IP2), entre o nó de Arez e a Barragem de Fratel, pelas 17:56, e provocou a morte a um rapaz de 20 anos.

O autocarro transportava jovens entre os 18 e os 23 anos provenientes da Covilhã e de Belmonte, que estavam a regressar de uma viagem de finalistas, segundo fontes da Proteção Civil e da GNR.

O jovem que morreu era da Covilhã e regressava a casa depois da viagem de finalistas, disse à agência Lusa fonte do Comando Distrital de Operações de Socorro (CDOS) de Portalegre.

A mesma fonte acrescentou que o despiste provocou três feridos graves e 24 ligeiros. Os restantes 21 passageiros foram assistidos no local e vão ser encaminhados para a Biblioteca Municipal de Nisa.

Dois feridos ligeiros foram encaminhados para o Hospital de Castelo Branco, oito feridos ligeiros e um grave foram transportados para o Hospital de Portalegre e 14 feridos ligeiros e dois graves foram conduzidos ao Hospital de Abrantes.

Segundo fonte da GNR de Portalegre, o acidente está a ser investigado pelo Núcleo de Investigação de Crimes de Acidentes de Viação da GNR (NICAV).

No hospital de Portalegre já deram entrada várias pessoas com ferimentos com gravidade diversa, disse à Lusa o porta-voz da Unidade Local de Saúde do Norte Alentejano, Ilídio Pinto Cardoso, que acrescentou ser ainda muito cedo para dar mais detalhes.

Quanto ao hospital de Abrantes, concentra a unidade médico-cirúrgica do serviço de urgência do Centro Hospital Médio Tejo e já acionou o plano de contingência de catástrofes de nível 1 para receber os feridos graves do acidente, disse à Lusa a diretora clínica do hospital, Cristina Gonçalves.

Neste contexto, foi libertado espaço na urgência e reforçados os meios humanos, acrescentou.

TCA/SP/SBR/MYF // MP

By Impala News / Lusa


RELACIONADOS

Três feridos graves e rapaz de 20 anos morto em despiste de autocarro em Nisa

Três pessoas ficaram feridas com gravidade depois de o autocarro onde seguiam se ter despistado no concelho de Nisa, Portalegre, e foram para o hospital de Portalegre e de Abrantes.