Tóquio2020: Organização pede reforço de enfermeiros e é criticada nas redes sociais

Os organizadores dos Jogos Olímpicos e Paralímpicos Tóquio2020 confirmaram hoje ter solicitado os serviços de 500 enfermeiros nipónicos durante os eventos, numa tentativa de evitar uma sobrecarga do sistema de saúde do país, devido à pandemia de covid-19.

Tóquio2020: Organização pede reforço de enfermeiros e é criticada nas redes sociais

Tóquio2020: Organização pede reforço de enfermeiros e é criticada nas redes sociais

Os organizadores dos Jogos Olímpicos e Paralímpicos Tóquio2020 confirmaram hoje ter solicitado os serviços de 500 enfermeiros nipónicos durante os eventos, numa tentativa de evitar uma sobrecarga do sistema de saúde do país, devido à pandemia de covid-19.

O pedido, feito à Associação de Enfermeiros do Japão, está a gerar fortes críticas nas redes sociais, com muitos internautas a acusarem os organizadores dos Jogos de monopolizarem recursos médicos essenciais, numa altura em que o país enfrenta uma nova vaga de infeções por covid-19.

A menos de três meses do início dos Jogos Olímpicos, quatro regiões do país, entre as quais Tóquio, estão sob estado de emergência, o terceiro desde o início da pandemia de covid-19, devido ao aumento de infeções pelo novo coronavírus.

O diretor-executivo da organização, Toshiro Muto, que confirmou o pedido, explicou que as discussões ainda estão a decorrer, garantindo que será encontrada uma forma de “garantir reforços” sem comprometer o normal funcionamento dos serviços de saúde.

“Nem é preciso dizer que os serviços regionais de saúde não serão interrompidos por causa deste pedido”, afirmou Muto, assegurando que o pedido “não foi feito nos bastidores”.

Nas redes sociais, depois de conhecida a solicitação, surgiram críticas como: “não é brincadeira, há pessoas a morrer por causa dos Jogos Olímpicos”.

Os organizadores dos Jogos Olímpicos e Paralímpicos Tóquio2020, adiados no verão passado devido à pandemia de covid-19, têm tentado garantir ao público que os eventos podem ser realizados em segurança, mas, de acordo com as últimas sondagens, a maioria dos japoneses opõem-se à sua realização, por questões sanitárias.

O Japão tem sido menos afetado pela pandemia do que muitos outros países, tendo registadas cerca de 10.000 mortes (Portugal regista 16.965), mas tem tido surtos recentes em várias regiões.

Os Jogos Olímpicos Tóquio2020 vão decorrer entre 23 de julho e 08 de agosto, enquanto os Paralímpicos devem disputar-se entre 24 de agosto e 05 de setembro.

AO // AMG

By Impala News / Lusa

Impala Instagram


RELACIONADOS