Texto sobre resgate de Julen torna-se viral: «Quando nos unimos, não há quem nos vença»

Texto publicado, no último domingo, sobre os esforços das autoridades, pessoas e empresas para resgatar Julen rapidamente se tornou viral.

Texto sobre resgate de Julen torna-se viral: «Quando nos unimos, não há quem nos vença»

Texto publicado, no último domingo, sobre os esforços das autoridades, pessoas e empresas para resgatar Julen rapidamente se tornou viral.

Julen de dois anos caiu num poço de 107 metros de profundidade, em Málaga, no dia 13 de janeiro. Desde então que as autoridades, populares e empresas têm mobilizado esforços para tentar resgatar a criança. O caso está a captar a atenção de todo o mundo e como prova disso é uma publicação feita no Facebook que, em minutos, se tornou viral.

LEIA MAIS: Risco de prisão para influenciadores que não identifiquem posts patrocinados

Nesse texto, que conta com mais de 170 mil partilhas, um homem chamado Sérgio Macedo refere todos os trabalhos que têm vindo a ser executados nas operações de resgate de Julen.

«Uma empresa de Murcia fabricou em 8 horas uns tubos que habitualmente demoram 48 horas a construir e trouxe-os. Uma empresa de Alahurín el Grande parou as suas atividades para construir em menos de 24 horas a cesta/elevador na qual vão descer os mineiros e uma perfuradora gigantesca», escreveu.

O homem descreve também como uma outra empresa disponibilizou câmaras de fibra ótica e uma máquina de perfuração de túneis.

As refeições de todas as pessoas que estão no local horas e horas a ajudar são feitas por uma associação. «Uma associação de mulheres de Totalán prepara, todos os dias, refeições para o pequeno almoço, almoço e jantar para as centenas de pessoas que trabalham sem descanso dia e noite», lê-se ainda no texto.

Sérgio Macedo reforça o espírito de solidariedade gerado desde o incidente. «Quando nos unimos, não há quem nos vença (…). Independentemente do resultado final do resgate do pequeno Julen, mostramos mais uma vez que, quando queremos, não nos importamos com o resto. No dia em que todos entendermos que essa deve ser sempre a atitude, nesse dia começaremos a ser um grande país.»

Julen está há 10 dias preso no poço

Julen, de dois anos, caiu no poço no dia 13 de janeiro, quando brincava com uma prima na Serra da Totalán, em Málaga. O pai viu-o cair e ainda tentou salvar o filho, sem sucesso. Desde esse dia que as autoridades têm estudado várias hipóteses para retirar Julen do buraco. Esta terça-feira, dia 22 de janeiro, o plano de perfurar um túnel paralelo ao poço teve de ser novamente adiado devido a um erro de cáculo.

LEIA MAIS: Previsão do tempo para quinta-feira, 24 de janeiro de 2019

Impala Instagram


RELACIONADOS